4.183 novos casos de arboviroses são registrados em Pernambuco

Pernambuco registra mais de 4 mil novos casos de arbovirose

Pernambuco apresenta agora 4.183 novos casos suspeitos de arboviroses notificados em apenas uma semana. Desse total de notificações, quase 3 mil são de dengue, 796 da febre chikungunya e 198 do vírus da zika. Nesse período de sete dias, foram registradas no estado 1.029 confirmações a mais, a maior parte delas de dengue (1.004), seguida de chikungunya (18) e zika (7). Os dados integram o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta terça-feira (26/04).

Neste ano, de 3 de janeiro e 23 de abril, Pernambuco notificou 62.744 casos da dengue em 184 municípios e no distrito de Fernando de Noronha, com a confirmação de 10.115 deles. O último boletim da secretaria, divulgado no dia 20 de abril, registrou que 59.753 casos da doença estavam sendo investigados, dos quais 9.111 pacientes tiveram diagnóstico confirmado da doença.

Com relação às notificações de chikungunya, Pernambuco conta com 17.764 casos suspeitos, dos quais 389 foram confirmados e 446 descartados, em 169 municípios e em Fernando de Noronha. No boletim anterior divulgado pela Secretaria de Saúde de Pernambuco, foram 16.968 notificações, com 371 confirmações.

Também foram notificados, em 142 municípios do estado e em Fernando de Noronha, 8.914 casos suspeitos do vírus da zika. Desses, 23 foram confirmados e 161 descartados. No último boletim da secretaria, foram 8.716 notificações e 16 confirmações.

Das 191 notificações de óbitos suspeitos pelas arboviroses, o número de mortes confirmadas pela febre chikungunya em Pernambuco se mantém em 12, assim como no boletim divulgado pela SES em 20 de abril. Foram sete óbitos no Recife e uma morte em cada um dos seguintes municípios: Jaboatão dos Guararapes, Igarassu, Vitória de Santo Antão, Timbaúba e Toritama. "Ainda há um óbito confirmado por dengue, no município de Caruaru, e duas mortes descartadas para as arboviroses. Os demais estão em investigação. Em 2015, no mesmo período, foram 20 óbitos suspeitos de dengue e 7 confirmados por dengue", informa o boletim mais recente.

Fonte: meio norte