Manthus: Você sabe o que é?

Conheça sobre o Manthus


Os tratamentos estéticos têm ganhado muitos adeptos no mundo todo. É uma maneira de deixar o corpo em dias sem ter que fazer muito esforço. O Manthus é um desses tratamentos e que ajudam a reduzir as celulites que incomodam tantas mulheres. E o melhor de tudo, não oferece riscos para a saúde.

Como funciona o Manthus

Um aparelho que combina correntes elétricas de baixa voltagem e ondas de ultrassom e é aplicado sobre a pele. A todo o processo é dado o nome de Eletroporação. Enquanto que as ondas de ultrassom tentam “expulsar” a gordura de dentro das células adiposas, a corrente elétrica leva essas gorduras para um local onde elas possam ser eliminadas pela via urinária, fecal ou pelo suor. Em resumo, temos a desidratação das moléculas de gordura.

O Manthus também é indicado para pacientes que acabaram de passar por uma cirurgia. Ele auxilia no processo de cicatrização evitando a formação de fibroses. É indicado, especialmente, para aqueles que possuem queloide.


Como é o procedimento

Um dos principais questionamentos quando se fala em procedimento estético é se a pessoa vai ou não sentir dor. O Manthus é um tratamento bem simples e você está livre de sentir dores ou ficar com marcas na pele após fazê-lo. A única coisa que pode aparecer é um leve formigamento, perfeitamente tolerável e, ainda assim, não ocorre em todos.

E os resultados? Quando aparecem? Como em qualquer outro tratamento estético, muita coisa vai depender de cada pessoa. Para alguém que faz exercícios físicos e se alimenta de maneira razoável, os resultados chegarão mais rapidamente que para alguém sedentário. Em média, você já pode perceber os resultados a partir da 3ª sessão.


O procedimento em si dura cerca de 20 a 30 minutos e deve ser feito cerca de 1 a 3 vezes por semana. Deve haver um período de descanso entre uma sessão e outra que pode ser de 2 ou de 3 dias. O Manthus consegue tratar celulites de grau 1, 2 ou 3. Em média, o ideal é que sejam realizadas 10 sessões e os valores podem variar de R$ 80 até R$ 250 dependendo do profissional e da região.


Contraindicações do Manthus

O Manthus não causa efeitos colaterais, mas alguns pacientes não estão indicados a fazê-lo. Crianças, gestantes, mulheres que estão amamentando, portadores de doenças pulmonares, quem possui câncer ou tenha algum tipo de infecção não deve fazer o procedimento. As ondas de ultrassom podem interferir na completa recuperação da pessoa ou mesmo interromper a gestação. Veja outras contraindicações:

  • Quem faz o uso do DIU;
  • Pessoas com doenças renais e hepáticas;
  • Hipertenso;
  • Diabético;
  • Epilépticos;


Os resultados não são definitivos

É bom lembrar que o Manthus não faz milagres. Se você continuar ingerindo alimentos cheios de gordura saturada e carboidrato simples, certamente a gordura localizada e as celulites retornarão. Fazer exercícios é de extrema importância. A ideia é fazer o procedimento e criar novos hábitos de vida para manter os resultados.



Fonte: malharbem.com.br