Avião cai com duas pessoas durante combate a incêndios em Portugal

Aeronave trabalhava para combater o fogo em Portugal

A onda de calor na Europa continua. No Quadro Jogo do Poder no Jornal Agora desta terça-feira(20), a correspondente da Rede Meio Norte na Europa, Socorro Sampaio, informou que as altas temperaturas são as maiores desde junho de 1995. Os sindicatos dos trabalhadores estão sugerindo que quando os termômetros chegarem aos 30 graus, que os trabalhadores sejam liberados. Sugerem também que se trabalhe de chinelo e bermuda. 


Com relação aos incêndios em Portugal, os focos continuam. Foram registrados mais de 40 focos e um dos aviões que trabalhavam no combate aos incêndios, caiu com o piloto e o co-piloto. Não se tem ainda confirmação das mortes. Cada avião desse tipo, transporta duas pessoas.

Não se sabe ainda a nacionalidade da aeronave. Onze aviões de combate a incêndios, incluindo modelos Canadair, foram enviados desde domingo pela Espanha (seis), França (três) e Itália (dois).

Em Brasília, a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado rejeitou por 10 votos a 9, o relatório da reforma trabalhista elaborado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que era favorável ao texto aprovado pela Câmara.

O resultado representa uma derrota para o governo Michel Temer, que vê na reforma trabalhista uma das principais medidas para a área econômica, informou a correspondente da Rede Meio Norte em Brasília, Samantha Cavalca.

Ainda nos bastidores em Brasília, a 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal, considerada a mais rígida, deve optar por manter o senador Aécio Neves afastado e não ser preso. Sobre o ex-presidente Lula, a sua defesa tem hoje como o prazo final para entregar a defesa definitiva ao juiz Sérgio Moro. Se condenar Lula, a penalidade será referente ao caso do triplex do Guarujá. E também se fala, da lista tríplice para a escolha do novo comandante da Procuradoria Geral da República. A lista deve ser apresentada por Michel Temer e cogita-se como favorito, o nome de Raquel Dodge.

Em Teresina, o nome do governador Wellington Dias continua sendo o grande destaque nos bastidores da Câmara Municipal. O último embate foi entre os vereadores Dudu do PT e Graça Amorim do PMB. Dudu fez críticas à gestão de Silvio Mendes à frente da Fundação Municipal de Saúde, dizendo que Silvio está paralisando os trabalhos da saúde na capital. Graça rebateu, relacionado obras inacabadas do governador Wellington Dias no Governo do Estado. Ela é líder do prefeito Firmino na Câmara.