Candidata ao Senado Albetiza Moreira: "A eleição sem Lula é fraude"

Albetiza Moreira foi a 14ª a participar da série de sabatinas com candidatos ao Senado Federal pelo Piauí.

A candidata ao Senado Federal pelo PCO, Albetiza Moreira, foi o 14ª  a participar da série de sabatinas com candidatos ao Senado pelo Piauí nas Eleições de 2018, no Jornal Agora da Rede Meio Norte, na tarde desta quinta-feira (13/09).

Foram sabatinados Francisco das Chagas, Quem Quem, candidato pelo Avante; Marcos Vinicius Cunha Dias (PTC), candidato pela coligação de Dr. Pessoa (Solidariedade); Marcelo Castro, candidato pela coligação de Wellington Dias (PT); professor universitário Paulo Henrique, candidato pela Rede; Frank Aguiar, candidato também pela coligação de Dr. Pessoa; Jesus Rodrigues, candidato pelo PSOL; professor Fausto Ripardo, candidato pelo PCB; ex-governador Wilson Martins, candidato pelo PSB; Flávia Barbosa, candidata pela coligação de Elmano Férrer; Genival Oliveira, candidato pelo PSC; Robert Rios, candidato pelo DEM ; Ciro Nogueira, senador e candidato à reeleição e Antônio José Lira, candidato pelo PSL.

 Albetiza Moreira, (Crédito: Efrém Ribeiro)
Albetiza Moreira, (Crédito: Efrém Ribeiro)

Albetiza Moreira respondeu perguntas dos jornalistas Arimatéa Carvalho, Efrém Ribeiro, Ananias Ribeiro e do apresentador Amadeu Campos. Nos 10 minutos finais, a candidato respondeu questionamentos enviados por telespectadores. A sabatina teve duração de 30 minutos.

Amadeu Campos: Candidata,  por que o senhora se considera preparada para representar o Piauí no Senado Federal?

Albetiza Moreira: Queria dizer que somos do PCO, apoiamos a candidatura Lula, apoiamos Lula, a candidata a governadora Lourdes Melo, vice Clóvis, deputado estadual Ronaldo Soares e eu tenho dois suplentes, o Pitombeira, que é pedreiro e morador do bairro Mafrense e Ana Marli. Dizer que hoje o Senado, o PCO tem uma tática nas eleições de divulgar as reivindicações dos trabalhadores. O Senado no Brasil é um ambiente de oligarquias, e o que a gente vê hoje no Senado, o retrato hoje do Senado como da Câmara, é  de estupradores da democracia, porque nós estamos nesta eleição sob golpe de estado, onde senadores, onde a grande maioria dos senadores e deputados federais, roubaram voto da população. Cadê a presidenta eleita que não vai passar essa faixa?

Então hoje, assim… Nós trabalhadores, não temos confiança em Senado, em Câmara, não. Eles são ambiente contra os trabalhadores, e a prova disso é que são ladrões de votos, dos 54 milhões de votos que o povo brasileiro na última eleição depositou. Então nossa participação é para dizer que os trabalhadores são preparados, sim, mas nossa preparação diz respeito a nos organizar para se defender dos ataque dos golpistas. E hoje estamos com essa candidatura  à  serviço dos trabalhadores, de denunciar e reivindicar, a combater o golpe. 

Ananias Ribeiro: Candidata, a senhora começou falando de Lula. O PCO está na defesa do ex-presidente, mas ele terminou não sendo candidato, foi confirmado isso, e repassando para outro petista, Fernando Haddad. Este raio segue com o Haddad? O PCO se sente comtemplado com essa mudança entre os candidatos do PT? 

Albetiza Moreira: É preciso recapitular. O PT não simplesmente substituiu Lula, o PT foi encurralado por um sistema eleitoral que está  à  serviço da Ditadura. TSE impões a ditadura nas eleições, inclusive fez um julgamento onde Lula tinha recursos, de uma forma super rápida, então na realidade não foi uma substituição que o PT fez porque quis fazer. Tem que se dizer do que fez, a ditadura que se instalou, a ditadura que o TSE está fazendo, a ditadura nas eleições. Nós defendemos o Lula. Ele é o candidato, ele é a liderança de esquerda que está preso, através de uma perseguição política e nós estamos há muitos anos alertando para isso.

Nós somos o partido que colocou cartazes, não prendeu o Lula, a não condenação de Lula. Nós somos o partido que organizamos caravana para Curitiba, quando houve interrogatório, quando o Sérgio Moro já queria prender ele lá. Depois nós fomos, o partido junto com a militância do PT, da MST e da CUT fomos para julgamento no TRF4. Em todos os momentos nós estamos na rua, dizendo que nós estamos na ditadura. O judiciário é um elemento central nessa ditadura, ele quer impedir o Lula porque o Lula é a candidatura, ele é a liderança que pode derrotar esses golpistas. Então para nós não muda nada. 

Amadeu Campos: Então o PCO não terá candidato, nem apoiará Haddad?

Albetiza Moreira: O PCO está dizendo que essa eleição é uma fraude, as urnas já estão fraudadas quando se retirou o nome de Lula. Na eleição, Amadeu, quem decide é o povo, então como o povo quer um candidato e os juízes, os Tribunais, que não são eleitos, retiram? Então nossa posição é muito clara, a eleição sem Lula é uma fraude. A questão central nossa é que a gente vai continuar, eu vou chegar no ponto, desmascarando a eleição, dizer que a eleição já está fraudada pelo TSE quando tiraram o Lula e que as eleições vão ser fraudadas, elas já são uma fraude, sim, e que os partidos que recapitularam, como PT que sofreu pressão e foi encurralado, eles estão errados desde o início. Por que? Porque desde o início os setores do PT, governadores, os parlamentares indo contra a militância que quer a luta, disse “para tirar o lula da cadeia, para derrotar o golpe, não é acreditando primeiro em STF, não é acreditando em judiciário, não vai ser acreditando em habeas corpus”. O Lula, se depender da justiça e dos golpistas, ele vai morrer aquela prisão em Curitiba. O PT errou, ele deveria ter mobilizado o povo. O povo está com Lula, entendeu? Agora eles insistem em acreditar nas instituições, nesses Tribunais. São todos golpistas. 

Albetiza Moreira (Crédito: Efrém Ribeiro)
Albetiza Moreira (Crédito: Efrém Ribeiro)

Ananias Ribeiro: Se mobilizar para tirar o Lula da cadeia, à força? 

Albetiza Moreira: Sim! Também deveria ser, porque pela justiça, a justiça é golpista! A justiça é golpista! Na Venezuela teve um golpe, o povo tirou Maduro da cadeia. Maduro,não, Hugo Chaves. Então a gente vai acreditar em golpista? Eles descumpriram a lei, a gente sabe que o Lula pode ser candidato, Efrém, Amadeu, vocês também conhecem um pouco de direito, que a Lei da Ficha limpa, ela assegura que a inelegibilidade  é suspensa quando tem recurso. O que vai tirar o Lula da cadeia é a mobilização popular. Não vai ser eleição, não vai ser tribunal. 

Amadeu Campos: Me confirme, o PCO vota no Haddad ou vota nulo pára presidente?

Albetiza Moreira: Nós vamos votar três coisas, estou chegando lá, primeiro nós estamos instituir o comitê de luta contra o golpe, mobiliar a população, alertar para o caráter fraudulento das eleições, nós vamos continuar porque tem muita gente dizendo “pare a campanha pela liberdade de Lula”, quem for eleitores, Deus, o Ciro que nunca defendeu Lula, que é um abutre. Agora só fala na campanha que vai soltar o Lula, mas não assinou nem documento contra a prisão dele. Então a gente está dizendo que não vai esperar passar eleição, nós vamos continuar na campanha pela liberdade do Lula, porque ele é uma liderança operário. Ele foi o primeiro operário presidente, e é o primeiro presidente operário e que está preso. Então a gente quer dizer que vai continuar essa luta, e desmascarar as eleições. 

O Lula indicou Haddad, não sei até quanto isso é verdade, porque Lula está em uma situação isolado, pressionado por governadores e deputados que querem se eleger apenas e que pouco fizeram pela luta na rua. Então o que nós estamos dizendo agora é que vamos continuar essa luta, a eleição, quem quiser, se o Lula escolheu Haddad, que a gente acha que ele foi muito pressionado para isso, o que não significa que gente segue ele na eleição para presidente que a gente pensa com a cabeça do Lula, não. O PCO, ele tem um programa. Lula errou ao se entregar. Ele tinha que ter resistido. O Lula está errado achando que colocando esse candidato, mesmo que ganhe, tinha 54 milhões de votos e foram tirados. Isso o Lula, então imagine o Haddad. Então o golpe vai continuar.

Esse exército golpista acabou de dizer há uma semana se o povo escolhesse Lula a gente iria para Ditadura, então o que é isso? Então o que a gente está dizendo é isso, nós vamos discutir, sábado, o PCO tem uma reunião sábado, nós temos a seguinte encaminhamento: a eleição sem Lula é fraude. Foi um erro trocar o candidato. O caminho é mobilização na rua para derrotar o golpe. Nós vamos ter uma reunião do comitê central do nosso partido sábado, hoje tem reunião Nordeste, e tem a possibilidade do voto nulo,sim. Mas o voto que sair, o PCO não vai deixar que esse voto nulo seja usado pela direita, não, entendeu? Não se sabe se é voto nulo,não, mas é uma das possibilidades. 

Albetiza Moreira é sabatinada (Crédito: Efrém Ribeiro)
Albetiza Moreira é sabatinada (Crédito: Efrém Ribeiro)

Efrém Ribeiro: Candidata, eu queria saber que leis o Senado podem surgir, com a presença feminina, porque na história é a maior participação de mulheres nestas eleições, então queria saber que leis podem ser votadas em defesa da mulher no Senado. 

Albetiza Moreira: Com um Congresso golpista, controlado por ruralista, agronegócio, ‘bancada da bala’, do ‘veneno’, é mentir para o povo dizer que se vai aprovar algum projeto em benefício dos trabalhadores. O que a gente tem no Congresso é uma mafia de golpistas, tirando tudo que a gente conquistou. Em dois anos que saiu a Dilma, eles aboliram a Legislação Trabalhista, eles estão rasgando a Constituição assim, habeas corpus, presunção de inocência. O STF rasga a Constituição toda hora e deveria zelar pela Constituição. Então, Efrém, a gente não vai mentir para os trabalhadores, não se vai fazer leis lá para beneficiar os trabalhadores, não. A única forma do povo reverter o que perdeu ou ter alguma lei é realmente o povo se organizar na ura. A proposta do PCO é que povo tem que se organizar, porque através da pressão a gente pressiona essas instituições controladas pela burguesia, por um golpista, para mudar alguma coisa. 

Arimatéa Carvalho: Candidata, a senhora é professora do Ensino Médio e nós temos uma lei federal de 2014, válida por 10 anos, que é o Plano Nacional de Educação, PNE, que traz nas 10 principais diretrizes uma série de propostas para melhorar a educação em todo o Brasil. Eu gostaria que a senhora fizesse uma avaliação do PNE, afinal faltam só seis anos para acabar, então ele conseguiu alcançar todas aquelas diretrizes, todos aqueles avanços prometidos quando foi aprovado? De que forma está a educação hoje no país, especificamente no Piauí e o que a senhora mudaria? 

Albetiza Moreira: Olha, antes tudo depende do golpe, porque o golpe congelou os investimentos. Nós temos o Plano Nacional de Educação que foi resultado de discussões, eu participei de plenários aqui em Teresina, porque a gente é do movimento, a gente está sempre participando, e a gente queria a questão do PIB, o aumento do PIB para questão da educação. Não foi o que a gente propunha, ficou uma proposta ainda muito acanhada, que seria melhoria no equipamento, ampliação do ensino, estrutura. Mas ao mesmo tempo, esse PNE foi rasgado na medida em que vai ser congelado os investimentos nas áreas sociais. A gente hoje vê as escolas sem espaço adequado, a maioria das creches em Teresina se jogam as crianças lá, não tem área de recreação, não tem espaço e poucas coisas assim que atraem os jovens, e tudo isso que foi aprovado só vira lei por uma vontade política.

A vontade dos golpistas foi congelar os investimentos, então o que vai acontecer? Nós não vamos ter melhoria. Nós vamos ter perda. Nós estamos perdendo nas áreas sociais tudo. Hoje nem campanha de vacinação funciona mais no Brasil. Não tem farmácia popular, os benefícios sociais, o seguro, a pessoa que se acidenta, o auxilio doença está cortado. Então os trabalhadores, eles estão totalmente desprotegidos. Então eu não vejo nenhuma, o PNE tem sido uma constituição da sociedade, o Michel Temer rasgou o PNE e agora ele está aprovando uma reforma  de cima para baixo, inclusive retirando do currículo, ele quer retirar o máximo de disciplinas. Então nós estamos retroagindo. Nós temos a plena consciência de que qualquer medida de melhora da sociedade, ela vem da organização. 






















logomarca do portal meionorte..com