Presidente Michel Temer poderá fazer novo pronunciamento

Desde ontem, quando houve o primeiro pronunciamento, se especulou a possibilidade do presidente se manifestar novamente.

O presidente Michel Temer fez pronunciamento ontem e afirmou que não renunciará. O chefe do poder executivo poderá fazer um novo pronunciamento ainda hoje. A correspondente da Rede Meio Norte em Brasília, Samantha Cavalca, participou ao vivo do Agora direto do Palácio do Planalto e afirmou que a expectativa é de que o presidente faça um novo discurso. 

Desde ontem, quando houve o primeiro pronunciamento, se especulou a possibilidade do presidente se manifestar novamente à nação. Ontem à noite foi pauta novamente essa questão pela equipe de ministros próximos do presidente, como Moreira Franco e Eliseu Padilha.

A questão do pronunciamento continua em pauta. O presidente Michel Temer, caso faça o novo pronunciamento, deve abordar que é vítima de uma conspiração, que está à disposição da Justiça, que o Supremo Federal quer que ocorra esse inquérito, porque ele quer esclarecer tudo para população.

Desde ontem Temer consultou dois advogados criminalistas e advogados relacionados à cassação da chapa Dilma/Temer. O presidente acredita que essas gravações foram clandestinas, porque até onde se sabe: primeiro os empresários da JBS, Joesley e Wesley Batista, gravaram conversa com Temer e depois levaram essa gravação ao Ministério Público para tentar acordo de delação premiada. Essa foi a informação dada pelo Palácio do Planalto que acredita que foram gravações clandestinas, que não foi autorizada antes de ser gravada. Esse seria um dos assuntos tratados por Temer no novo pronunciamento.

Samantha conversou com vários assessores que informaram que as reformas estão suspensas no Congresso e no Senado. O relator da reforma da Previdência, Arthur Maia, afirmou que não há condições de dar prosseguimento. Com isso, o presidente Temer precisa sinalizar, mandar um recado para o mercado econômico, principalmente para investidores estrangeiros.