Metro de Teresina ganha novo trem na sexta

Metro de Teresina ganha novo trem na sexta

A Companhia Metropolitana de Transporte Público (CMTP) ganha nesta sexta-feira um novo trem para se somar aos que estão em funcionamento. "Agora, vamos poder transportar mais de 4 mil pessoas por dia", conta o presidente do Metrô, Marcos Silva. Ele afirma que o vagão é todo verde, em homenagem aos 158 anos de Teresina.

Ele acrescenta que a CMTP está concluindo o estudo de viabilidade técnica do trecho de expansão da linha do metrô compreendido entre as cidades de Teresina e Altos. A expansão faz parte do projeto Trens Regionais lançado em Teresina pelo então Ministro dos Transportes, Márcio Fortes, quando inaugurou a estação Engenheiro Alberto Silva, na Praça da Bandeira.

De acordo com o diretor administrativo da Companhia, Antonio Luiz Sobral, o projeto lançado pelo Governo Federal através do Ministério dos Transportes elegeu 35 trechos ferroviários em todo o país, dentre eles os trechos Teresina/Altos, Teresina/Timon e Timon/Caxias.

Sobral diz que o Ministério determinou que fossem iniciados levantamentos de campo da linha ferroviária para encaminhar ao Ministério e ter liberação dos recursos. ?Estamos fechando orçamento no valor de R$ 4 milhões para recuperar a linha, trocar 28 mil dormentes, fazer reposição de lastro, além da construção de mais duas estações ao longo da linha para atender as comunidades no longo do trecho?, explicou Sobral. Ele explicou ainda que, além disso, o estudo contempla sinalização e recuperação da drenagem.

?A cidade de Altos faz parte da região da grande Teresina e oferecer a população um transporte barato e de qualidade como o metrô é um ganho para todos?. É o que garante Antonio Sobral. No que se refere a valor da passagem, Sobral lembra que ainda precisa ser feito um estudo de demandas, mas que o valor pode variar de R$ 0,50 a 1,00. ?Há um fluxo muito grande de pessoas que moram em Altos, mas trabalham e estudam em Teresina. Muitas pessoas vão e voltam diariamente. E é preciso fazer esse levantamento de quantas pessoas, horários de maior movimento, quais os destinos para fazer a integração com o metrô que entra em funcionamento agora em 2011?, reforça.