Portal meionorte.com BETA

PUBLICIDADE
ESCONDER
José Fortes

José Fortes

Blog sobre José Fortes

Inclua a tapioca no seu cardápio sem escapar da dieta

Prato típico do nordeste, a tapioca invadiu as ruas, parques, feiras, restaurantes e lanchonetes de todo o país. Até na barraquinha mais modesta da esquina, amontoa gente em busca do sabor cheio de brasilidade de origem indígena. O chef francês Olivier Anquier, residente no Brasil há mais de 30 anos, declarou recentemente que é fã do quitute. "Como muito a tapioca de carne seca com queijo coalho", disse ele à Revista da Folha de S. Paulo.

Mas o que será que a tapioca tem de tão especial para deixar de ser um prato indígena e se transformar em febre nacional? Simples, a massa é feita à base de farinha de polvilho e água. Para Caio Bassoli, proprietário da Casa da Tapioca, em São Paulo, o segredo do sucesso está na variação de recheios que sua massa permite: "os mais de 50 sabores, entre combinações doces e salgadas, agradam a todos os bolsos e paladares. Não tem nada mais simples e gostoso", completa ele.

Embora seja saborosa, o problema é que a tapioca não é muito nutritiva e, se a combinação escolhida for muito calórica, a dieta fica abalada. Mas, para não passar vontade, a nutricionista Cristiane Ruiz dá dicas de como é possível encaixar a delícia no cardápio sem engordar.

Equilibre a tapioca

Como é feita de farinha de polvilho e água, a massa da tapioca é pouco nutritiva. Uma porção de 50 gramas da massa tem 68 calorias e apenas 1,6 gramas de proteínas. "Ela é rica em carboidratos, o que faz dela, enquanto pura, uma alimentação pouco saudável", explica a nutricionista Cristiane Ruiz.

A dica é tentar compensar na escolha dos recheios, a deficiência nutricional da massa. Com o cuidado de não abusar nos ingredientes calóricos, que podem tornar a receita nutritiva e mais gorda também. Cristiane Ruiz sugere opções mais lights de recheio, como o de Romeu e Julieta light, feito com geleia de goiaba diet e queijo branco. (Veja a receita logo abaixo)

Tapioca pede moderação

A nutricionista explica que a quantidade liberada para ingestão diária depende muito do gasto calórico de cada pessoa. Para não engordar, a regrinha é queimar mais energia do que a consumida durante dia. Outro ponto é que, em excesso, o sistema digestivo também sai prejudicado. "Tapioca não tem fibras e nutrientes que facilitam o trânsito intestinal, por isso, pode causar prisão de ventre e constipação. Já a azia, pode ser provocada pelo polvilho usado na massa", explica a nutri.

Tabela nutricional

Alimento Quantidade Calorias

Açúcar de confeiteiro 1 colher (sopa) - 10g 40

Açúcar refinado 1 colher (sopa) -24 g 96

Banana nanica 1 unidade média - 110 g 101

Calabresa 1 rodela - 10 g 42

Calda de chocolate 1 colher (sopa) - 15 g 46

Carne seca 1 colher (sopa) - 20 g 53

Catupiry 1 colher (sopa) - 30 g 68

Cheddar 1 colher (sopa) - 20 g 75

Chocolate picado 1 colher (sopa) - 16 g 85

Coco ralado 1 colher (sopa) cheia - 9 g 63

Frango 1 colher (sobremesa) - 15 g 21

Geléia de goiaba diet 1 colher (sopa) - 25 g 68

Goiabada 1 fatia média - 40 g 128

Leite condensado 1 colher (sopa) -15 g 50

Manteiga 1 colher (sopa) -10 g 74

Morango 1 unidade média - 12 g 4

Queijo coalho 1 fatia fina -20 g 56

Queijo minas 1 fatia pequena - 20 g 53

Queijo minas light 1 fatia pequena - 20 g 28

Requeijão 1 colher (sopa) rasa - 15 g 41

Confira combinações menos calóricas para quem não quer brigar com a balança

Queijo, orégano e manteiga (50 g): 366 calorias por porção

Frutas com geleia (50 g): 250 calorias por porção

Queijo fresco, peito de peru e tomate seco: 327 calorias por porção

COMUNICAR ERRO

Comunique à Redação erros de português, informação ou técnicos encontrados nesta página:

  • Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente ao Portal Meio Norte

AKICOMPRO