Relembre trama de A Indomada, que está de volta no Viva

A intenção da novela era criticar a excessiva americanização que assolava o mundo todo na época.

Escrita por Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares, a novela será exibida às 23h30. O horário alternativo é às 13h30.

Exibida originalmente entre fevereiro e outubro de 1997, a novela se passa na cidade nordestina de Greenville. O lugarejo fictício foi colonizado por britânicos, e mantém hábitos e expressões da terra da rainha. A mola propulsora da economia local é o negócio de cana-de-açúcar. A Usina Monguaba, de propriedade dos Mendonça e Albuquerque, simboliza o campo de atuação. 

Eulália (Adriana Esteves) vive um romance com um empregado da usina de sua família, Zé Leandro (Carlos Alberto Riccelli). Descoberto o amor dos dois, Zé Leandro é obrigado a fugir para não morrer. Mas ele promete voltar para buscar a amada e o filho que ela espera. Eulália dá à luz uma menina, que batiza como Lúcia Helena (Leandra Leal). O amado retorna 15 anos depois e a família pretende fugir para viver unida bem longe da cidade. No entanto, ocorre um acidente e apenas a menina sobrevive.Adriana Esteves e José Mayer em A Indomada (Divulgação)

A essa altura, Pedro Afonso (Cláudio Marzo), irmão de Eulália, está cada vez pior financeiramente e perde todo o patrimônio da família no jogo. Quem o derrota é o forasteiro Teobaldo Faruk (José Mayer). Os dois fazem um acordo que garante o futuro de Lúcia Helena, que vai estudar na Inglaterra. Teobaldo, que foi apaixonado por Eulália, promete devolver à jovem o que lhe pertence quando ela voltar. Em virtude de uma atitude como essa, o comerciante ganha o ódio eterno de Altiva, que não aceita que a sobrinha detestada seja dona de tudo. 

O casal principal de A Indomada é formado por Teobaldo e Lúcia Helena (Adriana Esteves), quando esta volta da Europa, adulta, bonita, sensual e determinada. Ela sempre foi a grande paixão de Artêmio (Marcos Frota), amigo de infância, agregado da casa. Florência (Neusa Borges), a empregada, foi quem o criou. No decorrer da novela Artêmio se rende ao amor por Dorothy (Flávia Alessandra).

Um casal marcante foi o formado pelo prefeito de Greenville, Ypiranga Pitiguary (Paulo Betti), e sua fogosa esposa Scarlett (Luiza Tomé). Ninfomaníaca, Scarlett deu origem a várias cenas cômicas, devido ao fato do marido nem sempre conseguir aplacar seu desejo sexual. O termo “nhanhar”, em alusão a sexo, se popularizou na época e influenciou até música.

Ypiranga tinha uma rixa forte com a juíza Mirandinha de Sá Maciel (Betty Faria). Com sua sanha por obras públicas, não raro a representante da Justiça precisava interceder nos desmandos populistas do prefeito. No entanto, ao contrário do que se poderia promover na trama, não são os dois que se envolvem, mas sim seus filhos. Carolaine (Nívea Stelmann), filha de Ypiranga e Scarlett, se apaixona por Felipe (Matheus Rocha), filho de Mirandinha.Eva Wilma

A própria juíza viveu um romance com seu empregado Egídio (Licurgo Spínola), com quem chegou a se casar. Em virtude de os dois terem diferença de idade, muito falatório ocorreu na cidade. Logo no começo da história uma das “camélias”, Maribel (Mônica Carvalho), se casava, e já dava oportunidade para Altiva e seu séquito de beatas desocupadas fazer das suas. Zenilda, além da própria Lúcia Helena, era das poucas pessoas que não se rendiam ante a prepotência e falsa aristocracia de Altiva.

Uma trama a ser destacada é a de Dinorah (Carla Marins). A prostituta é iludida por Sérgio Murilo (Cássio Gabus Mendes), que se diz apaixonado por ela e ter a intenção de se casar. Na verdade, ele só pretende obter dela um rim, já que necessita de um transplante, e foge da cidade após a operação. Todavia, os dois têm um final feliz.

A Indomada e sua crítica à americanização

 A intenção da novela era criticar a excessiva americanização que assolava o mundo todo na época, final dos anos 1990. Por outro lado, usou de humor para expor essa intenção. Daí as expressões em inglês, a afetação do comportamento etc. Expressões como “Oxente, my God”, “Well…”, “Stop!”, “Thank you very much, viu, bichinho?” se popularizaram. Assim como outras advindas dos modos ingleses como “quarto de hora” e mesmo o uso da mão inglesa no trânsito da cidade, provocando a maior confusão, marcaram a mescla de linguagens e atingiram o objetivo.Karla Muga, Ingra Liberato e Renata Sorrah em A Indomada (Divulgação/TV Globo)





logomarca do portal meionorte..com