Festival de burrice

Festival de burrice



É como diz aquele provérbio ?Em terra de cedo quem tem um olho é Rei...?. Vai ser assim nesse BBB. Quem tiver pelo menos meio neurônio vai vencer fácil o programa. Poucas vezes vi tanta estupidez e falta de noção de estratégia de jogo como aconteceu na formação desse paredão. A começar pelo grandalhão marombado. Marcelo teima em não perceber que integrando o grupo dos belos, tem tudo para derrotar o clubinho dos nerds e ir longe no programa. Mas não, a anta resolve ficar na picuinha, vota no Elieser e dá a chance para os rivais formarem a parede com os três do mesmo lado. Santa ignorância Batman! Mas aí quando eu achei que o modelo era o supra sumo da imbecilidade, vem a dupla de nerds mostrar que decepção é a palavra chave dessa galera. Seria simples pra eles formaram o paredão com Eli, Kamila e Marcelo. Uma bela parede para o clubinho, pois de qualquer maneira tiraria um adversário forte. Mas aí os gênios Nasser e Ivan resolvem jogar seus votos no lixo, votando em Fani e Nati. E o time capitaneado por Eli (sim, ele que comandou) articula habilmente os votos e empareda Ivan. Chorando, o professor percebe a burrada que fez. O resultado é a parede contra os nerds e ainda o desgaste deles com Fani e suas parcerias, já que ela foi inexplicavelmente o alvo de Nasser. Mas chega, não aguento mais falar de idiotice. Vamos falar dessa famigerada parede...

Kamila

Já falei bastante o que penso da moça. Acho uma tristeza um BBB que tem alguém como ela como favorita. Até tem seus méritos, é inteligente, articula muito bem as palavras e dificilmente erra. Mas seu caráter não inspira confiança. É egoísta ao extremo. E não só porque rouba (sim, a palavra é essa) comida. Mas porque despreza a vida coletiva da casa. É o tipo de patricinha que acha que o mundo giro em torno do seu umbigo. E o pior é que nesse BBB está girando mesmo. A nulidade dos outros Brothers a exaltou e tornou a bonequinha protagonista. E ela é malandra o suficiente para saber usar o personagem de perseguida, tão conhecido nos BBBs. Cresceu no jogo porque os argumentos dos seus adversários são ridículos. Vide o exemplo de Anamara com aquela história de calcinha e beijo de língua. Logo a Maroca? Aí é ponto pra Kamila...

Elieser

Nunca fui e acho que nunca serei fã do bananão. Mas tenho que admitir que até um ser acéfalo como ele é capaz de evoluir. Elieser finalmente começou a entender o que é o BBB. Que as pessoas não vão se apaixonar perdidamente por ele. O bonitão percebeu que é preciso construir uma história, de forma coerente. E ele está tentando, formou um casal e dessa vez protege sua parceira, diferente da covardia que fez com a Cacau no BBB10. Eli também está mais atento ao que dizem e mais comedido na hora dele mesmo falar. Claro, nunca vai deixar de ser o bananão, vez por outra derrapa na falta de habilidade. Mas essa estupidez, se vier na medida certa, pode ser até um charme nesse seu novo jogo.

Ivan

Ah professor! Na primeira semana foi um zero a esquerda. Só sobreviveu ao primeiro paredão porque enfrentou a rejeitada Aline. Aí começou mostrar sua estratégia, até interessante. Junto a Nasser, articulou grandes paredes e ajudou a eliminar gigantes como Dhomini e Yuri. Também flertou com um triângulo amoroso, mesmo deixando claro que é só amigo de Andressa. Mas caiu no velho erro do excesso de estratégia. É como eu sempre digo, o BBB é o jogo da sutileza. Tem que jogar, mas sem parecer que está jogando... entende ? Pois é, ele não entendeu. Pior do que isso, foi bobo na hora em que realmente era pra jogar. Se jogou na parede, quando nem estava ameaçado.

Palpite?

O paredão triplo, como eu já disse, é uma disputa desigual. No mano a mano já seria difícil, enfrentando dois então fica ainda mais complicado. Ivan vai encarar a pressão de duas torcidas que já estão se consolidando. E o pior, formam um casal. Ivan vai carregar com ele sua própria rejeição de integrante do time dos nerds vistos por muitos como perseguidores. E ainda vai sofrer na mão da emergente torcida dos belos e sarados do jogo. Esse é o BBB, é implacável! Não permite erro. Esse pode ter sido o último do Ivan. E talvez de toda a sua turma...

logomarca do portal meionorte..com