Quadrilha de campomaiorenses é presa em Teresina

30 de Julho 2012 as 13:10
quadrlha
Foto: web

A polícia militar conseguiu desbaratar um grupo que agia na capital aplicando golpes em agências bancárias. Os três indivíduos, que vieram da cidade de Campo Maior, usavam um equipamento instalado nos caixas eletrônicos para “sugar” os envelopes de depósito. Mais de 80 aparelhos foram recolhidos na ação que se desencadeou depois que um policial militar foi realizar um depósito num caixa eletrônico.

Um dos presos, identificado como Reginaldo, disse que é campomaiorense. Ele contou que foi convidado por outros dois homens de Brasília para aplicar o golpe em Teresina. O plano foi todo arquiteto na casa de Reginaldo em Campo Maior. O chefe da quadrilha seria um homem identificado como Janderson.

O militar foi depositar R$ 700, mas não recebeu o extrato de confirmação, sequer o envelope foi devolvido. Ainda dentro da agência do Banco Itaú, na avenida João XXIII, ele constatou a existência dos aparelhos.

Três homens acabaram presos na ação dos militares. Eles tentaram fugir em um veículo preto, mas acabaram presos. E além dos equipamentos recolhidos na agência, foram encontrados outros em mais agências da cidade. informaçoes portalcampomaior.com.br