A história do Theatro 4 de Setembro

28 de Abril 2009 as 10:53
Teatro 4 de setembro
Foto: www.google/imagem

No dia 4 de setembro de 1889, um grupo de senhoras da sociedade teresinense levou uma proposta de edificação de um teatro ao presidente da província do Piauí, Teófilo Fernandes dos Santos.

Atendendo o anseio popular, foi lançada, no dia 21 de setembro do mesmo ano, a pedra fundamental para a construção da obra. No dia 21 de abril de 1894, Manuel Raimundo da Paz, mestre responsável pela obra e que depois seria nomeado o primeiro diretor da Casa, entregava o Theatro ao governador Coriolano de Carvalho e Silva. Mas não houve espetáculo, porque não havia cenários, guarda-roupas, camarins, equipamento interno e pano de boca.

A partir desta data, toda a sociedade se mobilizou para dotar o espaço de toda na estrutura necessária ao seu pleno funcionamento. Do Rio de Janeiro veio o pano de boca e, do Pará, doze palmeiras, que foram plantadas do lado direito do teatro. Duas figuras de cachorros feitas de louça foram colocadas no alto das duas colunas do prédio. As pessoas pensavam que eram leões. Com o passar dos anos, pequenas reformas melhorariam a estrutura e conforto do Theatro 4 de Setembro.

O primeiro espetáculo apresentado foi a peça dramática “O Pai Desnaturado”, ou “Dom Jorge Aguilar”, pelo Grupo Teatral de Câmara Madureira. A data era 2 de maio de 1895.

De lá para cá, o Theatro 4 de Setembro está sendo marcado por grandes espetáculos locais e nacionais, sendo um espaço onde a cultura é pulsante.

Além da Casa, existem ainda no completo a Sala Torquato Neto, a Galeria de Artes e o Espaço Cultural Osório Júnior, onde todas as quartas-feiras acontece o projeto Boca da Noite, promovido pelo Governo do Estado, através da Fundação Cultural do Piauí (Fundac).

Fonte: http://www.piaui.pi.gov.br/materia.php?id=8984