Sarah Menezes e Rômulo vão às Olimpíadas de Londres

06 de Julho 2012 as 16:10

Em menos de três semanas, Londres será o centro das atenções mundiais, com a realização das Olimpíadas, maior evento esportivo do planeta. Na delegação brasileira que estará na Inglaterra, dois esportitas nascidos nesta terra filha do sol do Equador levam consigo a torcida de todo o estado do Piauí: a judoca Sarah Menezes e o jogador de futebol Rômulo.

Sarah Menezes chega a Londres credenciada pelo terceiro lugar no ranking da Federação Internacional de Judô na categoria até 48 quilos. Única judoca brasileira bicampeão mundial júnior, a piauiense é referência no Norte e Nordeste do Brasil e treina desde criança, quando teve que transformar a desconfiança dos pais com a modalidade em sucesso dentro do tatame.

Em Londres, Sarah Menezes disputará a sua segunda Olimpíada. Em 2008, ela disputou os Jogos Olímpicos de Pequim, mas perdeu logo a sua primeira luta para a húngara Eva Csernoviczki. Mais forte e mais experiente, ela é uma das apostas da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) que estipulou quatro medalhas como meta na Inglaterra.

Aos 21 anos, Rômulo é o primeiro jogador de futebol piauiense convocado para a Seleção Brasileira em 10 anos. Curiosamente, o último jogador piauiense que defendeu a Seleção Brasileira, o lateral direito Zé Maria, também disputou uma Olimpíada, a de 1996, em Atlanta, e conquistou uma medalha, a de bronze.

Natural de Picos, Rômulo deixou o Piauí em 2005, quando seguiu rumo a Caruaru para submeter-se a testes no Porto, time pernambucano com larga tradição na revelação de jovens talentos. Quatro anos depois, já era jogador do Vasco, realizando o sonho de quase todo garoto no país: ser jogador de futebol e defender um grande clube brasileiro.

Suas boas atuações em São Januário lhe renderam convocações para a Seleção Brasileira e chamaram a atenção de times de todo o mundo, levando Rômulo a trocar o Vasco pelo Spartak Moscou, por aproximadamente oito milhões de euros.

Em Londres, Rômulo disputará sua primeira Olimpíada e deve ser titular na equipe de Mano Menezes, a exemplo do que aconteceu na série de amistosos da Seleção Brasileira antes da maior competição esportiva do mundo. Ao lado de Sandro, terá a responsabilidade de garantir segurança à defesa para que Neymar brilhe no ataque e o time canarinho volte da Inglaterra com o inédito ouro olímpico.