Aprenda dicas de como fazer a melhor masturbação da vida dele

Aprenda dicas de como fazer a melhor masturbação da vida dele

Guia reúne técnicas e dicas para masturbar o parceiro de maneira prazerosa e sem se cansar

Muitas mulheres têm vergonha de masturbar o parceiro por falta de experiência ou medo de desagradar. Porém, a brincadeira faz parte das preliminares e não deve ser deixada de lado, já que ajuda a esquentar (e muito) o clima e aumentar o prazer de ambos. Além disso, se for bem feita, dificilmente será esquecida.

Passo a passo básico da masturbação

O primeiríssimo passo é umedecer as mãos. Aplique um pouco de lubrificante na palma e espalhe pelos dedos, incluindo o dedão. Se tanto a sua mão quanto o pênis dele estiverem muito secos, a masturbação pode se tornar dolorida. Se não tiver lubrificante disponível na hora, use um pouco de saliva (se isso não incomodar vocês).

A masturbação tem começo, meio e fim. Não adianta iniciar com um movimento já intenso, pois isso não será prazeroso para ele ou para você e cansará seu punho muito rapidamente. Muitas mulheres não aguentam masturbar o parceiro por muito tempo porque já começam no ritmo acelerado. Portanto, comece devagar e vá criando a expectativa. Aumente a intensidade aos poucos conforme sentir que a excitação do parceiro está crescendo (e a sua também).

Comece massageando suavemente o órgão, correndo as mãos da ponta à base, porém sem pressionar muito, apenas para deixar o pênis ereto. Você pode rotacionar um pouco o punho para não manter o movimento totalmente monótono.

Se conseguir, mexa nos testículos com uma mão e masturbe-o ao mesmo tempo com a outra mão. Nesse primeiro momento, prefira o toque leve e provocativo. Você pode inclusive usar as unhas para estimular os testículos, mas usando o mínimo de pressão.

Uma vez ereto, é preciso encontrar um ritmo. A principal dica é nunca diminuir esse ritmo, apenas aumentar. A partir daqui, você vai começar a fazer movimentos um pouco mais rápidos e com uma pegada um pouco mais firme e ritmada.

Neste ponto, seu parceiro deve estar bem excitado. Se você parar ou diminuir o ritmo, provavelmente irá desestimulá-lo. É possível brincar um pouco com os movimentos, trocar a pegada (por cima ou por baixo), intercalar a mão esquerda com a direita, enfim, usar a imaginação para fugir da monotonia, mas sem voltar para a estimulação suave do início.

O último ponto é da estimulação mais rápida e intensa, que levará ao orgasmo.

Técnicas de masturbação no homem:

Pegada firme ou solta?

A pegada solta deve ser usada no início da masturbação. Porém, depois que o cara estiver bastante excitado, é preciso firmar a pegada. Você não quer apertar o órgão demais a ponto de machucar, mas sim manter uma pressão constante e estimulante. Você deve colocar a mesma força que usa para abrir uma jarra de vidro, por exemplo.

Posição

Isso é bastante relativo. Alguns caras preferem que a mulher de posicione ao lado dele, de forma que segure o pênis da mesma forma que ele mesmo seguraria durante a masturbação. Esta é um pouco mais fácil de fazer. Outros acham estimulante que a mulher fique ajoelhada entre as pernas do parceiro, segurando o pênis de frente. Você pode variar entre as duas posições e ver qual fica mais confortável para você e para ele. No entanto, tenha em mente que parar no meio do movimento para trocar de posição pode quebrar o clima. Portanto, o mais indicado é que você encontre a pose que mais te deixa confortável logo no início.

Percorrer o pênis todo ou só a base/cabeça?

Isso depende do tamanho do órgão, mas, no geral, você não descerá completamente até a base do pênis quando a velocidade estiver maior. Ao fazer movimentos suaves, é possível percorrer o órgão inteiro, mas, uma vez que a intensidade aumenta, sua mão deve ficar mais concentrada no centro para o topo. Se você puxar a pele demais para baixo, irá machucá-lo.

Preste atenção nele

No sexo, é muito importante prestar atenção nas reações do parceiro. Assim como as mulheres, os homens dão sinais sutis de que estão curtindo (ou não) as preliminares. Atente-se para mudanças na respiração, gemidos e até reflexos das pernas e corpo, que podem indicar desconforto. Outra dica é prestar atenção no pênis em si, que fica muito enrijecido e pulsante quando o homem está bem excitado.

No mais, não tenha medo de perguntar (de maneira cuidadosa e sensual) se ele está gostando do movimento, como prefere, etc. Esse tipo de conversa é excitante e muito útil ao mesmo tempo.

Dicas profissionais

Alterne o uso de uma mão e das duas mãos ao mesmo tempo. Isso permite que você estimule tanto a base como o topo do pênis ao mesmo tempo. Para isso, faça movimento de torção (mas tomando cuidado para não apertar demais). Troça as mãos simultaneamente, mas em sentidos opostos, em direção ao centro do pênis e depois de volta para a base/cabeça.


Outra técnica estimulante é simplesmente trocar de mão durante a masturbação. Isso tudo mantém a preliminar mais interessante, menos monótona.
A cabeça do pênis é a parte mais sensível do órgão e, por isso, merece atenção especial. Para estimulá-la, una seu dedo indicador ou polegar formando um ‘O’. Movimente suavemente para cima e para baixo na região da glande, sem colocar muita pressão e fazendo movimentos curtos. Aproveite que está nesta área e gaste alguns segundos esfregando o dedo de leve sobre o frênulo (que liga a cabeça e o corpo do pênis).

No momento em que ele ejacular, o pênis se tornará extrassensível e, por isso, aumentar a força e velocidade pode não ser uma boa ideia. É melhor liberar um pouco da pressão.

Qualquer tipo de interação vai contar pontos para você. Se você for apenas “uma mão”, a experiência não será tão proveitosa para ambos, portanto, quanto mais você procurar se divertir também, melhor será. Mantenha contato visual, permita-se soltar gemidos (que não sejam forçados), fale besteira, acaricie ou beije outras partes do corpo dele e tente se estimular também, pressionando seu corpo contra o dele.

Brinque um pouco e observe a reação do parceiro. Por exemplo, ao invés de fechar a mão em volta do pênis, use apenas o dedo indicador e o polegar. Coloque outros dedos e adicione um pouco mais de pressão. Veja como ele reage. Tente também fazer movimentos de baixo para cima, soltar o órgão e voltar para a base, ao invés de fazer movimentos intermitentes de baixo para cima.

Mescle movimentos curtos na base do pênis com movimentos curtos na ponta do pênis e então movimentos mais compridos ao longo do órgão.

Use a boca. Faça movimentos na base do pênis enquanto usa a língua para estimular a cabeça. A combinação dos dois tipos de estímulo (oral e manual) é muito excitante para os homens.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Bolsa de mulher