Atriz pornô anuncia candidatura e agita eleições para o Senado dos Estados Unidos

Coincidência ou não, Vitter foi eleito em 2004 e se envolveu em um escândalo sexual

Uma atriz pornô anunciou que vai disputar uma vaga no Senado pelo estado de Louisiana, nos Estados Unidos. Stormy Daniels afirmou à rede de TV CNN que tentará brigar pela vaga contra o republicano David Vitter. Ainda segundo o canal, os fãs garantem que não é uma brincadeira, apesar de ela ainda nem estar vinculada a um partido.

Coincidência ou não, Vitter foi eleito em 2004 e se envolveu em um escândalo sexual em julho de 2007, quando seu nome apareceu na lista de uma agência de acompanhantes como cliente da ?Madame Washington?. Ele pediu desculpas publicamente à mulher pelo ocorrido. O senador avisou que tentará a reeleição.

Natural de Baton Rouge, na Louisiana, Stormy, de 29 anos, tem cerca de 100 filmes na carreira.

?Acredito que todos me conhecem?, afirmou a atriz, que em sua página na internet lembra que trabalhou como editora do jornal escolar e que transferiu ?sua determinação e talento para o nível profissional, virando uma das principais atrizes da indústria de entretenimento adulto?.

A ideia de se candidatar ao Senado americano surgiu após o sucesso do site "Draftstormy.com", que prometia "varrer da Louisiana os políticos corruptos de uma vez por todas".

?No início, o foco não era em me transformar uma candidata, mas chamar a atenção de uma maneira geral para as eleições no Senado?, disse ela à CNN.

"Sempre estou disposta a encarar uma boa briga. Qualquer um que me conhece sabe disso", manifestou Stormy Daniels, que tem apenas uma preocupação com sua nova carreira. "A política pode ser um trabalho muito mais sujo que o que tenho agora."

Caso a campanha de Daniel vire uma realidade, este não seria o primeiro caso de uma atriz pornô que entra no mundo da política. Em 1987, a estrela do cinema adulto Cicciolina foi eleita para o Parlamento italiano.

Fonte: g1, www.g1.com.br