Camisinha inovadora é colocada em menos de um segundo com apenas uma mão

Camisinha inovadora é colocada em menos de um segundo com apenas uma mão

Ainda em fase de aprovação, a camisinha Origami é mais resistente do que a convencional e promete mais prazer ao casal

Apesar dos conhecidos riscos do sexo desprotegido, ainda são muitos os casais que se recusam a usar preservativo durante a relação. Perda de sensibilidade no órgão genital e “quebra do clima” na hora de inserir a camisinha são as principais justificativas usadas, que levam 34% dos jovens no Brasil a não usarem preservativo durante o sexo (Unifesp, 2014). O dado é muito alarmante, tendo em vista que o contraceptivo de barreira é o único método que previne a contaminação por Doenças Sexualmente Transmissíveis. Porém, uma invenção revolucionária pode mudar esse cenário: trata-se de uma camisinha masculina “dobrável”, que pode ser colocada no pênis em menos de 1 segundo e com o uso de apenas uma mão.

Criada pelo americano Danny Resnic, que contraiu HIV após usar uma camisinha de látex que se rompeu, a Origami Condom tem um formato cilíndrico similar ao preservativo comum, com a diferença de que, ao invés de ser enrolada sobre si mesma, ela é dobrada, lembrando o formato de uma sanfona.

Origami Condom: características

O produto é feito de silicone, o que significa que é mais resistente contra rupturas, mais flexível e se assemelha mais à textura da pele do que o látex. Além disso, a camisinha fica folgada no pênis, é lubrificada por dentro e possui dobras que, durante o movimento de penetração, dão maior sensação de prazer ao homem.

Porém, a principal vantagem da camisinha Origami é o modo de colocação. Podendo ser “vestida” com apenas uma mão, basta escorregar o preservativo até a base do pênis, o que é feito em menos de um segundo (confira o vídeo demonstrativo abaixo, em inglês). Essa pode ser a solução para os homens e mulheres que acham que colocar a camisinha antes da penetração corta o clima, inclusive levando homens a perderem a ereção.

O ponto negativo da camisinha Origami é sua embalagem pouco discreta e portátil, que tem o tamanho de uma bola de tênis.

Chegada ao mercado

De acordo com o site oficial da Origami Condoms, o produto ainda aguarda aprovação de alguns órgãos regulatórios dos Estados Unidos para começar a ser comercializado, o que deve acontecer até 2015.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

Fonte: Bolsa de Mulher