Confira cinco posições para uma rapidinha dentro do carro

Sair do eixo quarto-motel é sempre válido

Transar no carro: quem nunca fez ou quem nunca quis? A adrenalina de ser descoberto e a sensação de estar fazendo o proibido são fatores que dão uma apimentada na relação sexual, e é provavelmente por isso que fazer sexo no estacionamento do supermercado, por exemplo, é um fetiche muito comum entre os casais. Sair do eixo quarto-motel é sempre válido. Mas no caso de transar no carro, a dificuldade, na maioria das vezes, está em adaptar a prática a um espaço tão apertado. Nós trouxemos dicas de cinco posições sexuais para você experimentar com o seu (sua) parceiro(a) dentro do seu carro.


Image title

1. No banco de trás

Os bancos dianteiros devem estar regulados para frente, para que sobre espaço no banco de trás do carro. A mulher se senta no banco traseiro e coloca as pernas abertas apoiadas no encosto dos bancos dianteiros. O homem se ajoelha entre as pernas dela e consegue penetrá-la sem grandes dificuldades.

2. Empinada

Com o banco do passageiro bem reclinado para trás, a mulher se deita de bruços no banco dianteiro, apoiando os braços no banco traseiro, como se o corpo estivesse realmente acompanhando o desenho do banco. O homem vem por trás e se deita sobre o corpo da parceira, com as pernas entre as dela.

3. Motorista

Aqui, o homem se senta no banco do motorista, que deve estar recuado ao máximo. A mulher se senta no colo dele, de costas para ele, ou seja, de frente para o vidro dianteiro do carro. O bom dessa posição é que a mulher pode usar o volante como apoio para impulsionar a cavalgada.

4. Ela no comando

Essa posição é muito simples, e provavelmente vocês já a reproduziram fora do carro. O banco do passageiro deve estar recuado ao máximo. O homem se senta normalmente e a mulher vem por cima, sentada de frente para ele e com as pernas enlaçadas ao redor do corpo dele. É uma boa posição porque permite ao homem explorar o seio da mulher, que ficará bem na altura do rosto dele.

5. No capô

Caso vocês não queiram ser presos por atentado violento ao pudor, só reproduzam essa sugestão em garagens fechadas ou em lugares extremamente desertos. A ideia aqui é transar em cima do capô. A mulher pode ficar deitada com as pernas para cima, e o homem fica em pé, penetrando-a. Outra sugestão é que ela apoie as mãos no capô, como se estivesse de quatro, e ele a penetre por trás.


Fonte: Com informações do Casal Sem Vergonha