É normal engasgar ou ter enjoo durante o sexo oral? Sexóloga explica tudo para você

Apesar de não causar machucados, a prática pode ser desconfortável para a mulher, que, em alguns casos, chega mesmo a vomitar

Muitas mulheres sentem ânsia de vômito ou engasgam ao praticar sexo oral no homem. O incômodo geralmente ocorre quando ela tenta introduzir o pênis inteiro na boca, uma prática conhecida como “garganta profunda”, ou “deep throat”.

Segundo a sexóloga Carla Cecarelo, a reação não deveria acontecer normalmente. “Quando o pênis penetra demais na boca, acaba tocando uma glândula que temos no final da garganta, que aciona o enjoo. Isso é sinal de que a mulher foi além do seu limite, o que não deve acontecer”, afirma a especialista.


Apesar de não causar machucados, a prática pode ser desconfortável para a mulher, que, em alguns casos, chega mesmo a vomitar.

Como evitar a ânsia de vômito?

O ideal é que a mulher coloque a mão na base do pênis para delimitar até onde a boca pode ir, tornando o ato prazeroso para ambos. Ela também pode apostar em outros estímulos além da sucção, como lambidas e carícias com a mão, alternando os movimentos e experimentando.

“Algumas mulheres conseguem colocar o pênis mais profundamente na boca, mas todas têm a glândula, que é o limite de cada uma. Se ela gosta de praticar a garganta profunda, pode ir treinando aos poucos, colocando mais a cada vez, mas sem forçar”, sugere a sexóloga.

Garganta profunda é mais prazeroso?

Ainda que homens vejam o “deep throat” como fetiche, Carla garante que, do ponto de vista do estímulo físico, esta não é a prática mais prazerosa. “A região mais sensível do órgão sexual masculino é a glande. Por isso, introduzir até a metade do pênis na boca já é suficiente. O homem tem a ideia de que a parceira precisa o ‘abocanhar’ para se entregar plenamente, mas isso não tem a nada a ver”, critica.

DST através do sexo oral

O sexo oral nunca deve ser praticado sem preservativo, já que, através do ato, é possível contrair Doenças Sexualmente Transmissíveis como a AIDS, caso o homem ejacule na boca e haja alguma lesão, ou HPV. “O índice de câncer de garganta devido ao sexo oral é muito alto”, alerta Carla.

 

Fonte: Bolsa de Mulher