Musa do tapa-sexo pinta Obama e Lula nas coxas

Musa do tapa-sexo pinta Obama e Lula nas coxas

Um ano após a polêmica que a fez ficar conhecida em todo País, a modelo Viviane Castro, 30 anos, trocou o Carnaval do Rio de Janeiro pelo de São Paulo e não parece se arrepender. Destaque da X-9 Paulistana, última escola a desfilar neste sábado, Viviane não vai investir no tapa-sexo de 3,5 cm, mas sim em uma pintura corporal nas coxas, ilustrando os rostos dos presidentes do Brasil e dos Estados Unidos, Luiz Inácio Lula da Silva e Barack Obama.

Por volta das 22h desta sexta-feira, Viviane conversou com o Terra no hotel Holliday Inn, que fica nos arredores do sambódromo, e disse que esse ano entra mais comportada na avenida. "Vou desfilar com a parte de baixo do biquíni, mas será feita uma pintura nos seios", afirmou.

Expulsa da agremiação carioca São Clemente, a morena se disse injustiçada. "Os jurados afirmaram que eu estava pelada (durante o desfile da escola em 2008), mas o tapa-sexo era da cor da pele. Chegaram a insinuar que eu tive culpa pela escola ter sido rebaixada, mas ia ser de qualquer jeito", diz ela com desdém.

A São Clemente foi punida com meio ponto em 2008 devido a esse episódio.

Com o trauma do Carnaval passado, Viviane chegou a desistir de desfilar, mas mudou de idéia quando recebeu o convite da X-9 enquanto fazia um ensaio nu para a revista Sexy Premium, destaque desse mês nas bancas de todo Brasil.

"Por coincidência o ensaio foi no barracão da escola e o pessoal de lá me chamou", contou ela. Tentando limpar a imagem que criou, a modelo quer agora que as pessoas a vejam de outra forma e se explica: "não foi um golpe de marketing, eu garanto", diz.

Depois de desfilar, Viviane não pretende continuar fazendo rebuliço na mídia. Ela agora quer voltar a sua cidade Natal, Luziânia (GO), e continuar com o cargo de empresária. Ela é dona de um supermercado.

A pintura, que demora três horas para ser finalizada, foi escolhida pela modelo pois a escola tem a Amazônia como tema do samba enredo e Obama quer comprar a região contra a vontade de Lula, segundo ela.

Fonte: AE/G1