Personal sex ensina caminhos de pontos Gs para a hora H

Carícias em locais inusitados podem revelar pontos de intensa excitação sexual

É certo que o ser humano não foi feito com um manual da fábrica, daqueles que apontam onde está escondida a peça que deixa o motor mais potente nos momentos necessários. Também, pelo que se tem conhecimento, não há exatamente um mapa que indique as rotas de prazer nas vias do corpo humano. O desconhecimento destes caminhos que levam ao clímax, muitas vezes, acaba deixando homens e mulheres em um beco sem saída quando o assunto é sexo.

Há mais de 11 anos viajando pelas entranhas do corpo humano em busca de transmitir o conhecimento para seus clientes, a consultora sexual e pesquisadora em assuntos relacionados ao casal, Vanniah Neves, foi buscar no oriente - onde o sexo é considerado uma forma divina de se atingir a plenitude - os atalhos para uma vida sexual ativa e feliz, para homens e mulheres.

"O grande problema da nossa cultura é que trata o sexo como algo feio, como pecado. Isto acaba reprimindo as pessoas, em especial as mulheres que desenvolvem bloqueios sexuais na hora do prazer", explica Vanniah.

Para ela, a sensação de culpa e o desconhecimento da própria sexualidade são as principais barreiras a serem vencidas. E, no último caso, as técnicas do pompoarismo - que tem sua origem no Tântra Yoga - podem ajudar nesta descoberta, que vai muito além do tão comentado e procurado ponto G.

"É preciso saber que o ponto G é apenas uma das muitas zonas erógenas do corpo feminino. O tendão de Aquiles, por exemplo, não é conhecido como fonte estimuladora, mas pode dar muito prazer ao ser acariciado", comenta a consultora.

Dedicação ao prazer

Vanniah acredita que muito do prazer sexual está relacionado ao conhecimento do próprio corpo. "E, para isto, é preciso explorá-lo. Com a ajuda de um espelho, a mulher pode conhecer sua vagina, tocá-la e saber onde estão os pontos que realmente causam prazer e depois ensinar ao parceiro".

Segundo ela, bem próximo ao famoso ponto G - que fica na entrada, já na parte interna da vagina - está uma das áreas que podem levar mulheres a orgasmos intensos, caso seja preparada para o ato sexual. "A vagina é uma fonte riquíssima em terminações nervosas. Os anéis vaginas - que não podem ser vistos, mas ficam na área de penetração do pênis - devem ser fortalecidos com exercícios para dar mais prazer a mulher e ao homem no ato sexual".

O fortalecimento destes músculos vaginais pode ser feito com as famosas Ben Wa, as bolinhas orientais ligadas por um cordão para serem introduzidas na vagina, que podem ser encontradas em quaisquer sex shops. "Estas bolinhas podem ficar por minutos e até horas no interior da mulher. Quanto mais tempo, maior será a força de contração vaginal no momento do sexo, que causa muito prazer ao homem durante a relação".

Dos lábios aos quadris

O corpo feminino é mesmo uma fonte infindável de prazer, quando o assunto é sexo. "É uma eterna descoberta e não há regras. Uma zona altamente erógena para uma pessoa, pode não ter efeito nenhum em outra. O importante é saber onde você sente prazer", diz Vanniah.

Segundo ela, uma boa relação sexual começa, quase sempre, pelas partes superiores, sendo a boca o principal instrumento para despertar o desejo. "A mulher gosta de ser acariciada na nuca e até mesmo no ombro, que é uma parte sexy e quase sempre está exposta".

No caminho a ser percorrido, os seios podem ser pontos de uma demasiada pausa para carícias, assim como a região abdominal e o quadril, já próximo ao bumbum. "A parte interna da coxa é, para muitas mulheres, a redenção final aos desejos do parceiro. E nesta hora, vale tudo. Vendas nos olhos e uma leve amarração nos braços durante massagem com um óleo específico pode levar a mulher a orgasmos antes mesmo da penetração", diz a personal sex.

As dezenas de zonas erógenas espalhadas pelo corpo humano (você pode conferir aqui ou no link acima alguns destes pontos) estão ali, realmente, para serem exploradas. E, como em uma viagem, ele deve ser conhecido antes da exploração. "A pessoa tranca a porta e ela está no universo que ela quiser para se descobrir, sem vergonhas ou pudores. E não há nada mais romântico que se produzir e se preparar para receber alguém, ainda mais quando é alguém que se deseja e que se ama".

E por que não experimetar? A experiência pode levar você aos caminhos do coração e a um paraíso de prazer, assim como acreditam os adeptos das filosofias do oriente.

Fonte: Terra, www.terra.com.br