Professora é acusada de fazer sexo com aluna menor e é afastada

O caso um tanto quanto curioso aconteceu na Nova Zelândia.

Casos de envolvimento entre professoras e alunos são comuns e já nem causam tanto espanto, apesar de  que a maioria termina em condenação, já que em alguns países a prática é considerada como crime. Na Nova Zelândia, uma professora está sendo acusada de fazer sexo uma aluna de apenas 17 anos. 

O relacionamento entre as duas começou no final de 2015 e durou vários meses. Além de terem relações sexuais, a professora, identificada como Kiri Jasmine Kay, quie está grávida,  comprava bebidas alcoólicas à adolescente e às amigas, também menores de idade. Além disso, a docente teria convidado a aluna para a sua casa, onde fez sexo com uma parceira.

A aluna quis terminar a relação, mas Kay fazia à menor a chorar, o que terá contribuído para a continuação do affair. Só em março deste ano a estudante teve coragem de contar a outra professora da Escola Sir Edmund Hillary, onde Kay lecionava, o que se passava entre as duas.

O tribunal disciplinar dos professores da Nova Zelândia decidiu retirar à professora a licença para esta dar aulas.

Escola Sir Edmund Hillary
Escola Sir Edmund Hillary


Fonte: Com informações do Correio da Manhã