Saiba como provocar com toques certos antes do sexo com parceiro

Transar de forma mecânica faz com que o sexo fique sem graça.

Está no dicionário: o verbo “provocar” é sinônimo de despertar, suscitar e estimular o desejo. No sexo, é a tradução perfeita para o que significam toques e carícias bem próximos aos órgãos genitais, mas sem chegar à penetração, sexo oral ou masturbação de fato. Dedicar alguns minutos a massagens “quase lá” é um trunfo no quesito provocação e pode esquentar, e muito, a relação.

Transar de forma mecânica pode fazer com que o sexo fique muito sem graça. É por isso que, de acordo com a sexóloga Carla Cecarello, as carícias são tão importantes para uma experiência em que os parceiros se sintam livres e estimulados.

A ideia de deixar o outro com vontade dos seus toques, explorando cada parte do corpo além do órgão genital, é um dos fatores que ajudam a esquentar o clima. “Ambos podem acariciar e fazer massagens para apreciar todas as partes do corpo do parceiro”.

Toques provocantes no homem

Homens têm maior sensibilidade na própria região genital e entornos. Por isso, nos caminhos em direção ao pênis é que o prazer vai aumentando. “A mulher pode acariciar o peito do homem e a barriga”, comenta.

Uma dica é ir descendo as mãos ou a boca pelo tronco do parceiro até quase encostar no pênis e, depois, subir novamente. A expectativa pela carícia na genital o deixará mais alerta e sensível ao toque, elevando a excitação.A virilha é uma parte supersensível do corpo, por isso, é outra região em torno do órgão genital que merece ser explorada.

Nos homens, é um ponto quase certeiro, afinal faz parte das zonas erógenas. Se você quiser estimulá-lo, dê lambidas, faça carinho levemente com as mãos, beije e aguarde a reação do seu parceiro.

Encostar partes do seu corpo no corpo dele também é uma prática que contribui muito para alcançar a excitação do “quase lá”. Por isso, Carla sugere que a mulher explore sensações do seu parceiro e de si mesma tocando-o com os seios, língua, mãos, bumbum.“Apesar de eles gostarem muito do sexo oral, a mulher pode usar esses recursos para estimular antes da prática”.

Dicas para esquentar a relação (Crédito: Reprodução)
Dicas para esquentar a relação (Crédito: Reprodução)


Toques provocantes na mulher

A parte interna das coxas é um dos pontos da zona erógena feminina que servem para despertar o tesão. Definitivamente, é uma região a ser explorada com beijos e massagens. Assim como para os homens, a virilha também é uma área capaz de provocar sensações profundas na mulher. Se, inicialmente, você prefere toques que não sejam diretamente na vagina, seu parceiro também pode investir mais tempo em carícias e lambidas no entorno da vulva, deixando as mãos explorarem seios, bumbum e coxas.

Abusar do contato de pele antes de chegar “às vias de fato” é outra estratégia de sucesso que eles devem colocar em prática. Para isso, o parceiro deve aproximar boca e mãos na região da virilha, antes mesmo de colocar os dedos dentro da vagina. “Ele pode acariciar os lábios da vagina com toques leves e aumentar gradativamente a frequência. Ao mesmo tempo, pode fazer movimentos circulares com o dedo no clitóris”.

Nesta relação, de acordo com Carla, a mulher pode aproveitar e mostrar para o homem como as preliminares podem acontecer do jeito que ela gosta. “Ela acaba ensinando para ele que não quer um toque direto na vagina”.

Fonte: Com informações do Bolsa de Mulher