Sexo com mulher por cima: 5 formas de excitar ainda mais o parceiro nessa posição

Com alguns truques simples é possível aproveitar ainda mais essa posição sexual e, de quebra, transformá-la em uma das preferidas do parceiro

Entre as melhores posições sexuais para a mulher está aquela em que ela fica por cima e consegue controlar o ritmo, a intensidade e a profundidade dos movimentos, o que favorece o orgasmo.


Com alguns truques simples é possível aproveitar ainda mais essa posição sexual e, de quebra, transformá-la em uma das preferidas do parceiro.

Estimule os mamilos

Os mamilos estão na lista de zonas erógenas masculinas e femininas. Por isso, aproveite a posição para instigar o parceiro. Além de lamber e dar leves mordidinhas no mamilo dele, aproveite a posição para permitir que ele acaricie os seus seios.

Movimento circular

Em entrevista ao site norte-americano "Womens Health", o terapeuta sexual Ian Kerner ensina que uma maneira de obter mais prazer e provocar o parceiro nessa posição é mexendo os quadris em movimentos circulares. "Isso permite outros estímulos, além do tradicional para cima e para baixo", diz.

Mãos nos testículos

Outra dica para ficar por cima e levar o parceiro à loucura nessa posição é estender o braço para trás para acariciar os testículos. Outra opção é estimular com os dedos a zona entre o ânus e os testículos, o que pode aumentar ainda mais o prazer dele na hora na penetração.

Deite no peito dele

Outra maneira simples de esquentar o clima nessa posição é deitar no peito do parceiro para permitir a fricção da sua pele com a dele e, principalmente, a dos seus seios com o peito dele. "Isso aumenta a excitação do casal", afirma Kerner.

Vire de costas

A posição em que a mulher fica por cima e de costas é uma das melhores na opinião deles. Por isso, depois de estimulá-lo bastante de frente, vire de costas para que o parceiro tinha uma visão privilegiada do seu bumbum. Aproveite para estimular o clitóris com os dedos durante a penetração, o que vai ajudá-la a chegar ao orgasmo.

Fonte: Bolsa de Mulher