Sexo virtual: conheça oito dicas para fazer bem feito e com prazer

Sexo virtual: conheça oito dicas para fazer bem feito e com prazer

O sexo sem contato físico também pode ser bem prazeroso

Seja para apimentar a relação ou para quem não tem como ver a namorada pessoalmente com frequência, o sexo virtual é uma ótima solução para aliviar o tesão. Entretanto, nem todos os casais sabem como aproveitar os benefícios desse tipo de prática. Para facilitar a vida sexual de quem deseja ou precisa transar por meio de conexões via Skype e outros serviços de conexão digital, preparamos 8 dicas para fazer sexo virtual.

É claro que a comunicação on-line não substitui o contato entre corpos, porém, ela permite estímulos sexuais sejam aumentados graças à sua imaginação momentos em que duas pessoas querem aliviar a tensão a partir de interações que podem ocorrer em qualquer instante, não importa qual seja a distância entre o casal.

1. PROVOCAÇÕES

Você pode marcar uma sessão com sua namorada ou transar virtualmente de forma espontânea. Para preparar o clima, comece com provocações antes da interação. Envie mensagens excitantes e até fotos e vídeos com conteúdos capazes de despertar o interesse da sua parceira, que estará bastante estimulada quando vocês iniciarem a relação sexual;

2. CHECAGEM DO EQUIPAMENTO

Outra dica importante é checar se o equipamento usado está funcionando direito. Afinal de contas, é muito desagradável interromper uma sessão de sexo virtual por causa de problemas técnicos, como falhas no som ou na imagem transmitida pela webcam. Além disso, certifique-se de que a conexão funciona em uma velocidade satisfatória;

3. INIBIÇÃO DE LADO

Na hora de se expor, deixe a inibição de lado, pois timidez não combina com sexo virtual. Não tenha medo de mostrar diversas partes do seu corpo para a sua parceira, desde que você confie nela. Além disso, é possível fazer movimentos sensuais, inclusive com o auxílio de brinquedos eróticos;

4. MASTURBAÇÃO LIVRE

É comum haver certo receio em relação à masturbação, mas você não deve se preocupar com isso ao fazer sessões de sexo pela internet com sua gata. Como a masturbação é uma forma de se estimular e excitar a parceira, abuse desse recurso com a mesma liberdade que teria se você estivesse no mesmo ambiente que a garota;

5. CUIDADOS DE HIGIENE E ESTÉTICA

Assim como você não deve começar uma transa sem estar limpo, por exemplo, não é aconselhável fazer sexo virtual sem ter se arrumado e limpado o próprio corpo. Ao ter esses cuidados básicos de higiene e estética, você vai evitar que o tesão diminua em função da visualização de alguma sujeira, espinhas enormes ou qualquer outro fator visual que podssa provocar rejeição;

6. OBSERVAÇÃO DA PARCEIRA

Ao transar com alguém pela internet, não basta focar seu pensamento nas próprias ações. É necessário observar a reação da parceira a cada movimento seu, de modo que você consiga perceber rapidamente quais atitudes geram mais excitação e quais não devem ser repetidas;

7. DISTRAÇÕES EVITADAS

O sucesso do seu desempenho sexual depende da sua capacidade de controlar os próprios impulsos, não é? Pois no sexo virtual isso também é fundamental, visto que fatores externos interferem na sua concentração. Portanto, tente evitar possíveis distrações, como barulhos incômodos e até elementos visuais enquadrados pela câmera;

8. SINTONIA COM A MULHER

Não se esqueça de prestar atenção nos movimentos, sons e expressões da mulher em questão, para que haja uma sintonia entre vocês. Essa integração ajuda a evitar que você esteja prestes a ejacular enquanto a sua gata estiver ainda no começo da estimulação.

Lembre-se de que o sexo virtual pode ser muito vantajoso para qualquer relacionamento, desde que o casal esteja preparado para esse tipo de relação sexual. Caso você já tenha feito sexo virtual, conte como foi a sua experiência!


Fonte: Meionorte