Tem pênis pequeno? Confira 6 posições que favorecem a performance

Para muitas mulheres, o que importa mesmo não é o tamanho

Para muitas mulheres, o que importa mesmo não é o tamanho e sim a performance do cara, e algumas posições podem ajudar.  Confira abaixo!

Em uma pesquisa feita pelo Deles , a ideia de que tamanho não é documento foi reforçada ainda mais por algumas das mulheres que participaram . “Mais importante do que o tamanho é a grossura. Não adianta ter pênis grande e ser fino”, afirma uma delas. Muitas também associaram o fato de o homem ser bom na cama com a desenvoltura dele.

Outras nem sequer se preocupam com tamanho ou grossura, e sim se o seu “amiguinho” está cheiroso e bem depilado. “Eu me preocupo mais com o formato, limpeza e depilação do que o tamanho em si”, diz outra entrevistada.

1. Joelhos no peitoral

Uma das coisas mais importantes apar se ter em mente é que, com um pênis pequeno, não pode haver muitas “barreiras físicas” na hora da penetração. Sendo assim, é muito importante que as pernas da parceira estejam em uma posição que deixe a vagina bem exposta, e a de pernas para o ar é uma delas. Esta posição permite uma penetração profunda e, além disso, é possível ficar perto da boca da parceira para trocar beijos.

 (Crédito: Ig)
(Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )


2. De quatro

A posição em que a mulher fica de quatro, também conhecida como "cachorrinho", é uma das mais clássicas, e, para quem tem um membro menor, não tem erro. Nesta posição, o corpo do homem tem mais liberdade para se movimentar e também para tocar o corpo da parceira, tendo mais controle sobre o ritmo da penetração.

 (Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )
(Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )



3. No colo

Quando a mulher fica no colo do homem, a excitação aumenta ainda mais pelo contato entre os corpos. Nesta posição, a mulher domina mais o ritmo da penetração, dando mais liberdade ao homem para que ele passe a mão pelo corpo da parceira e estimule-a em outras zonas erógenas, ganhando pontos no sexo.

 (Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )
(Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )



4. Abraço íntimo

No abraço íntimo, a mulher também fica no colo do parceiro, mas de frente para ele, com as pernas abertas. Nesta posição, a excitação e o domínio do ritmo de penetração permanecem os mesmos, a diferença é que, em vez de passar as mãos pelo corpo, a boca assume o papel, e pode rolar mais beijos, excitando ainda mais os dois.


 (Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )
(Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )



5. De pernas para o ar

Outra posição com as pernas para a cima, esta dá mais espaço (literalmente) para que os dois se movimentem, e ela pode ser mais confortável do que a que a mulher apoia as pernas no ombro do parceiro. Dessa forma, há mais espaço para tocar, beijar e estimular outras partes do corpo dela.

 (Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )
(Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )



6. Agarrada com as pernas

Esta é parecida com a clássica “papai e mamãe”. Além de ficar com as pernas para o alto, melhorando a “entrada” do pênis , a mulher pode ficar mais relaxada ao agarrar o corpo do homem com suas pernas. O bônus também é pele com pele e boca com boca.


 (Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )
(Crédito: Renato Munhoz (Arte iG) )








Fonte: IG
logomarca do portal meionorte..com