Affair espalhou que Reynaldo Gianecchini era gay, diz biografia

Affair espalhou que Reynaldo Gianecchini era gay, diz biografia

“Giane: Vida, Arte e Luta” foi escrito por Guilherme Fiuza.

A vida de Reynaldo Gianecchini é um livro aberto ? literalmente. Quem quiser conhecer o ator a fundo tem que ler a biografia ?Giane: Vida, Arte e Luta?, escrito por Guilherme Fiuza. Nós do Starlounge, que amamos o galã, não perdemos tempo e já estamos devorando o livro. E para quem está muito curioso, seguem alguns destaques da obra.

Nenhum assunto é tabu para Giane, que explicou a origem do boato sobre a homossexualidade. Tudo começou por volta de 2007 quando uma das moças com quem estava saindo omitiu que era casada. O marido ciumento descobriu a traição e foi atrás de Reynaldo, que estava em Portugal a trabalho. ?Uma das mulheres com quem estava saindo escondera dele que era casada. Apresentava-se como uma pessoa independente, livre. Frequentemente até trazia uma amiga para dormir com eles. O marido descobrira, ficara possesso, prometera queimar esse tal de Gianecchini?, explica a obra.

Quando retornou ao Rio de Janeiro, o astro viu que a situação já estava controlada, mas o preço para isso ele segue pagando até hoje. Acontece que a tal mulher, para acalmar o marido, mentiu dizendo que Gianecchini era gay. ?Na versão que confortava o marido traído, ela ia muito à casa do ator porque ele era divertido, como são os gays. E os dois nunca estavam a sós, porque ele sempre chamava uns rapazes para passar a noite na sua casa?, diz o livro. ?Nas altas rodas cariocas e paulistanas, volta e meia alguém se exibia tirando da manga a história criada pela tal esposa fiel?, segue a publicação.

O telefone sem fio correu solto e chegou aos ouvidos da imprensa. Isso não significa que, de acordo com a biografia, o galã deixasse de experimentar tudo o que a vida lhe proporcionava. ?Viver era melhor do que prestar contas?, diz o texto.

Ainda no capítulo intitulado de ?Me usa, me toca, me alisa, me abraça?, Fiuza relata ainda que, durante uma passagem por Salvador, ?Giane fizera de tudo, menos dormir?. No texto, o autor descreve a fase que o astro vivia. ?Trio elétrico, festa, cama a dois, barco, festa, trio elétrico, cama a mais de dois, praia, cerveja para rebater a vodca, sol, lua, cama.? Babado!

Fonte: Star Lounge