Agulhas foram colocadas em magia negra

A possibilidade foi levantada em investigação da Polícia Civil.

As cerca de 50 agulhas de costura colocadas no corpo de uma criança de 2 anos na cidade de Ibotirama, na Bahia, podem ter sido inseridas durante ritual de magia negra. A possibilidade foi levantada em investigação da Polícia Civil.

Ainda em processo de apuração, a avó e a mãe do menino serão convocadas para testemunhar. O padrasto do menino, que foi apontado pela esposa e mãe do garoto como o principal suspeito, foi ouvido na delegacia de Ibotirama na segunda-feira (14). Dois amigos dele também prestaram depoimento.

Internado no Hospital do Oeste, na cidade vizinha de Barreiras (900 km de Salvador), desde o último dia 9, o garoto pode ser operado a qualquer momento ? porém, não há data nem horário confirmados. Para a cirurgia, foi convocada uma equipe médica com diferentes especialistas.

De acordo boletim médico, ele não corre risco de morte, mas permanece na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). O menino também não respira mais com a ajuda de aparelhos, mesmo com as agulhas que estão alocadas em seu pulmão.

O hospital também informou que algumas agulhas espalhadas entre a garganta, barriga e pernas do garoto nunca poderão ser retiradas.

Fonte: g1, www.g1.com.br