Universitários agridem colegas em "rodeio de gordas"

Mais de 50 rapazes de diversos campi da Unesp participavam.

Um grupo de alunos da Universidade Estadual Paulista agrediu colegas durante uma "competição" batizada de "Rodeio das Gordas", realizada no InterUnesp 2010, jogos universitários realizados em Araraquara (SP) entre 10 e 13 de outubro. O objetivo da ação era agarrar mulheres, de preferência obesas, e tentar simular um rodeio, ficando o maior tempo possível sobre a colega. Roberto Negrini, um dos organizadores da atividade e criador de uma comunidade no Orkut sobre o tema, diz que a prática era "só uma brincadeira". As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo Negrini, mais de 50 rapazes de diversos campi da Unesp participavam. O estudante afirma que, primeiro, o jovem se aproximava da menina, como se estivesse paquerando-a. Em seguida, começava a agressão. "O rodeio consistia em pegar as garotas mais gordas que circulavam nas festas e agarrá-las como fazem os peões nas arenas", diz Mayara Curcio, membro do grupo de 60 estudantes que se mobilizaram contra o bullying. No Orkut, os participantes estipulavam regras para futuras competições, como cronometrar as performances dos "peões" e premiar quem ficasse mais tempo em cima das garotas com um abada e uma caneca. Com a repercussão, a página foi excluída do site de relacionamentos. Em sua defesa, Negrini diz que não havia agressão e a garota poderia se soltar se quisesse. O relato de outros alunos é diferente - dizem que parte da "brincadeira" consistia em reagir às tentativas de soltura. Em nota, a Diretoria da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp, cujos alunos estariam envolvidos no episódio, afirmou que instaurou "processo disciplinar para que sejam tomadas as medidas cabíveis". De acordo com a instituição, "a medida será oficializada ainda nesta semana, com a colaboração da Assessoria Jurídica da Reitoria".

Fonte: Terra