Amy Winehouse vai ao banco dos réus

Durante o julgamento, que deve durar dois dias, Winehouse terá que se defender das acusações

A cantora britânica Amy Winehouse reapareceu nessa quinta-feira (23) publicamente após se divorciar de Blake Fielder-Civil, desta vez para assistir ao julgamento no qual é acusada de agredir uma fã após uma apresentação em um ato beneficente.

Cercada por vários fotógrafos e jornalistas, a artista compareceu esta manhã ao Tribunal de Westminster, no centro de Londres, após ter passado longas férias na ilha caribenha de Santa Lúcia.

Durante o julgamento, que deve durar dois dias, Winehouse terá que se defender das acusações de Sherene Flash, que afirma que a cantora lhe deu um soco no olho direito quando lhe pediu para tirar fotos com ela, ao final da apresentação da cantora em um ato beneficente realizado em setembro de 2008 na capital britânica.

Flash afirma que seu pedido foi "muito educado" e que a cantora reagiu "de maneira violenta", provavelmente "sob os efeitos do álcool ou das drogas".

A cantora, mais conhecida nos últimos meses pelas reviravoltas sentimentais e pelos problemas com as drogas do que pela carreira profissional, já se declarou inocente na audiência prévia realizada em março, e diz que se sentiu "intimidada" por Flash, que a agarrou e a impediu de se despedir de um amigo que passava.

"Ela me disse que essa pessoa (o amigo da artista) podia esperar e passou a mão pelo meu pescoço, por isso me senti intimidada. No entanto, minha única reação foi me afastar dela", disse Winehouse.

Winehouse, ganhadora de cinco prêmios Grammy, divorciou-se em meados do mês de Blake Fielder-Civil, que decidiu acabar com quase dois anos de casamento depois que a imprensa sensacionalista britânica publicou fotos da cantora flertando com outro homem durante as férias caribenhas.

Fonte: Terra, www.terra.com.br