Antes de se casar, Joana Prado diz que fez jejum sexual

A loira conta que quis fazer isso para então assumir o relacionamento com o lutador como marido

Musa do imaginário masculino com a personagem Feiticeira, Joana Prado foi a mulher que mais vendeu exemplares da revista Playboy no Brasil. Em entrevista ao colunista Leo Dias, do O Dia, a bela diz que, se fosse hoje, não faria o ensaio nu novamente.

? São fases da vida. Demorei um ano para aceitar a "Playboy", porque não imaginava chegar na casa de um amigo, por exemplo, e me ver nua na casa dele.

Mesmo sem querer falar muito sobre a vida pessoal, a ex-Feiticeira revelou que, assim que resolveu morar junto com Vitor Belfort, ficou incomodada com a situação e tomou uma decisão bem difícil: abstinência sexual.

? A gente estava na mesma casa, mas sem estar casado. Tomamos uma decisão e ficamos quatro meses sem ter aquele relacionamento profundo de marido e mulher. Foram quatro meses de banho gelado e muita concentração.

A loira conta que quis fazer isso para então assumir o relacionamento com o lutador como marido e mulher mesmo.

? O mais difícil de abrir mão disso é que a gente já tinha um relacionamento antes. Continuamos morando juntos, mas não tinha mais "aquilo". Depois, quando aconteceu de novo, foi bacana porque foi muito puro.



Fonte: r7