Após detonar Globo, Caio Blat se desculpa e diz estar arrependido

Após detonar Globo, Caio Blat se desculpa e diz estar arrependido

Ator escreveu comunicado explicando o episódio

Após criticar a Globo e a Globo filmes durante um encontro ocorrido em maio em Suzano, Caio Blat pediu desculpas pelo episódio. Na ocasião, entre outras coisas, Blat disse que ?se você não fechar com a Globo Filmes, seu filme morreu. Não vai aparecer na TV Globo, não vai aparecer nas revistas (da editora Globo), seu filme vai ficar alienado?. O artista foi além e disse que, ao descobrir, como produtor, como funciona o processo de distribuição, ficou ?enojado, horrorizado?.

Procurada pelo Starlounge nessa segunda-feira, a Central Globo de Comunicação divulgou nota em que afirma que ?o ator tomou iniciativa de nos escrever pedindo desculpas.? No comunicado, Blat afirma: ?acabei avançando sobre temas dos quais não tinha conhecimento suficiente, misturei questões pertinentes e importantes com outras tantas generalizações, e acabei atingindo quem estava mais perto, ou seja, a Globo Filmes, parceira prioritária do cinema nacional, de forma injusta?.

Segundo a Central Globo de Comunicação, ?vale registrar que a Globo Filmes sequer atua no campo de distribuição, que os programas por ele citados não são de natureza jornalística, que os pacotes de promoção comercial só são implantados se forem de interesse da produção e que quanto maior for a bilheteria impulsionada pela nossa divulgação maior é a remuneração que pagamos pela posterior exibição do filme na própria Globo.? O próximo filme de Caio Blat também conta com a parceria da Globo Filmes.

Confira na íntegra o texto escrito por Caio Blat:

"Recentemente fui convidado a dar uma palestra para um grupo de produtores culturais da cidade de Suzano, em evento promovido pela Prefeitura de Suzano.

Na ocasião, falei sobre diversos assuntos, fiz uma retrospectiva da minha carreira e, em determinado momento, instigado pela audiência sobre o porquê de muitos filmes não chegarem até as salas de cinema das cidades pequenas, proferi uma crítica feroz ao sistema de distribuição das grandes distribuidoras de cinema. Nessa crítica, na verdade espécie de desabafo pela frustração diante de resultados recentes de alguns trabalhos, de forma impulsiva, acabei avançando sobre temas dos quais não tinha conhecimento suficiente, misturei questões pertinentes e importantes com outras tantas generalizações, e acabei atingindo quem estava mais perto, ou seja, a Globo Filmes, parceira prioritária do cinema nacional, de forma injusta.

Tudo isso teria se resumido a uma reunião com pouco mais de 20 pessoas, não fosse a atitude da Secretaria de Comunicação daquela cidade de veicular minha fala na internet, quase três meses depois do evento, sem qualquer tipo de aviso ou autorização de minha parte, numa forma oportunista de autopromoção.

Ao tomar conhecimento dessa veiculação, entrei imediatamente em contato com os responsáveis pelo vídeo, pedindo sua retirada do ar. Para minha surpresa, a Secretária de Comunicação da Cidade de Suzano se recusou a fazê-lo de forma amigável, alegando que a repercussão de vídeo estava sendo boa para a Cidade. Pedi então, no dia de hoje, que meus advogados fizessem uma interpelação judicial e tomassem as medidas cabíveis para preservar minha imagem e das empresas onde trabalho.

Resta então uma atitude minha em relação a vocês, para expressar meu arrependimento por ter levado esse assunto ao público, quando, devido ao longo relacionamento que temos e a longa lista de grandes trabalhos realizados em parceria, devia tê-los procurado pessoalmente para discutir quaisquer dúvidas que eu tivesse ou mesmo levar minhas críticas, quando pertinentes. Deixo aqui meu pedido pessoal de desculpas, e reafirmo meu compromisso com os projetos que temos em parceria para futuros lançamentos e meu reconhecimento pelo trabalho generoso da Globo Filmes na promoção do cinema brasileiro.

Finalmente coloco-me a disposição para retratar-me sobre alguns equívocos que estão contidos na minha fala de então", finalizou o artista.

Blat tem em seu currículo filmes como ?Xingu?, ?Bróder? e ?Carandiru?, entre outros. Na televisão, o ator atuou, entre outras, nas novelas ?Ciranda de Pedra?, ?Morde & Assopra? e ?Sinhá Moça?, todas da Globo.

Fonte: Star Lounge