Após pagar fiança de US$2500, Justin Bieber é liberado e deixa prisão no teto de carro importado

Cantor foi preso por dirigir embriagado e fazer "pega" em rua de Miami



Justin Bieber deixou a prisão cerca de uma hora após comparecer à primeira audiência sobre o caso nesta quinta-feira, 23, no Centro de Correção Turner Guilford Knight em Miami, e pagar fiança. A emissora de TV americana NBC filmou o momento e mostrou quando Justin acenou para os jornalistas do topo de um carro. Ao deixar o local, o carro de Justin, uma SUV preta, foi cercado por jornalistas, cinegrafistas e até fãs.



Ainda segundo a emissora, o prefeito de Miami Beach, Philip Levine, declarou que o cantor não recebeu tratamento especial durante sua prisão. Do lado de fora, Jeremy Bieber, pai do cantor, aguardava sua liberação. Segundo o "TMZ", ele estava com Justin na boate e também teria ajudado a bloquear as ruas para que o filho pudesse fazer "pega".

De acordo com fontes do site "Radar Online", Bieber volta para Los Angeles, ainda nesta quinta-feira, 23, em um jatinho particular. O cantor tem uma mansão na região de Calabasas.

Audiência

Na audiência, o juiz Joseph Farina quis saber sobre as infrações cometidas pelo cantor, que foi preso embriagado depois de fazer um "pega" em uma rua de Miami, e determinar oficialmente sua fiança, que ficou estabelecida em US$2500.

O cantor foi representado pelo advogado Roy Black. Segundo o site E!, Justin pode ficar preso por no mínimo oito horas e, caso seja condenado, pode pegar até 19 meses de prisão. Porém, segundo um advogado consultado pelo site, é improvável que Justin fique preso depois de pagar fiança. Segundo o site "Radar Online", o cantor chorou depois da audiência.

Depois de ser levado para uma delegacia para fazer um teste de bafômetro e ser interrogado, ele foi levado para um prisão local e fichado por crimes de menor potencial ofensivo. É comum que neste tipo de crime a pena seja leve.

São três crimes no total, de acordo com o sargento Raymond Martinez: dirigir embriagado, resistir a prisão e dirigir com carteira de motorista vencida. O delegado também contou à NBC que o cantor cooperou com os policiais na delegacia.

O rapper Khalil, amigo de Bieber e que participou do "pega" com ele, também foi fichado e participou da audiência. Ele foi fichado por dirigir embriagado e sua fiança ficou em US$1 mil.

De acordo com o "TMZ", no teste do bafômetro o nível de álcool no sangue de Bieber deu 0,4 mg/l, o que não e considerado muito alto, mas o fato de Justin ser menor de idade nos Estados Unidos agravou a situação. A Flórida, estado onde foi preso, tem tolerância zero para menores que bebem e dirigem suspendendo a carteira de motorista automaticamente de menores que acusem mais de 0,2 mg/l.

Ainda segundo o site, Justin foi fichado por dirigir embriagado e sob influências de drogas então pode ser ainda condenado.



Prisão após "pega"

Segundo a CBS, a equipe de Justin usou carros para bloquear a rua Pine Tree Drive para que o cantor pudesse fazer uma corrida. "Ele foi parado e falhou num teste de sobriedade no local. Então ele foi levado para uma delegacia para que pudesse fazer um teste de bafômetro", disse o sargento Raymond Hernandez ao jornal "Sun Sentinel".

De acordo com o reletório policial, o oficial que efetuou a prisão declarou que sentiu cheiro de álcool assim que Bieber desceu do veículo. Segundo ele, o cantor questionou a abordagem usando palavrões: "Por que você está fazendo isso, p****? Isso é sobre o quê, p****? Por que você me parou? Eu não tenho armas comigo."

O relatório policial afirma que Bieber estava a 96km/h numa área residencial cuja velocidade máxima é de 48km/h.



Cantor resistiu a prisão

Segundo o jornal "Miami Herald", o chefe da polícia de Miami, Raymond Martinez, declarou que o cantor estava incoerente, com as mãos no bolso e resistiu a prisão sem violência. Ainda de acordo com Martinez, Justin alegou ter tomado uma cerveja, estar sob efeito de anti-depressivos e ter fumado maconha durante o dia.

Ele esteve em uma boate de Miami antes de ser preso. Acompanhado de seguranças e de Khalil, Bieber foi fotografado sem camisa no local.

Vídeos mostram prisão

De acordo com o "TMZ", era Justin quem dirigia a Lamborghini no momento em que a polícia parou o carro.

Em vídeo postado por uma fã que seguia Bieber pela ruas de Miami, é possível ver o carro amarelo do cantor e a Ferrari vermelha do rapper Khalil em meio a outros carros e momentos depois sendo parados pela polícia. "Ai, meu Deus! Justin acabou de ser parado pela polícia", diz a fã discrente. Veja aqui.

Polêmicas e vício

Recentemente, a polícia descobriu várias drogas na mansão de Justin em Calabasas, na Califórnia, depois de uma busca no local, que acabou com um amigo do cantor, o rapper Lil Za, preso. O site "TMZ" afirma que, além das substâncias em posse do rapper, havia potes cheios de maconha, quatro a cinco garrafas de xarope de codeína vazias e três bongs - objeto usado para fumar ervas - espalhados pela casa.

Também foram encontradas dezenas de copinhos de plástico espalhados pela casa que, segundo fontes do "TMZ", foram usados para tomar uma droga chamada "sizzurp", que é uma mistura de xarope contra tosse em altas doses com refrigerante e balas. Para a mistura, o xarope usado leva codeína, que causa sonolência e diminuição da pressão e dos batimentos cardíacos deixando a pessoa em estado de letargia.

Segundo o site, o "sizzurp" é a droga de escolha do cantor. Fontes revelaram que o cantor está viciado na mistura e já preocupa membros de sua equipe, que queriam mandá-lo para uma clínica de reabilitação. Além disso, Bieber estaria usando remédios como Xanax, usado para tratamentos de ataques de pânico e ansiedae, e abusando de álcool e maconha.





Problema com vizinho

Justin também está sob investigação depois de ter atirado cerca de 20 ovos na casa de um vizinho causando danos que chegariam a US$20 mil. Em um vídeo divulgado pelo "TMZ" e já visto pelo delegado que investiga o caso, é possível ouvir Bieber xingando o vizinho, que instrui sua filha, de 13 anos, a ligar para a polícia.



Fonte: EGO