Após velório, corpo de Claúdio Marzo é cremado em cerimônia fechada

Ao final da cremação, pouco depois das 18h, Betty Faria deicou o local de braços dados com a filha Alexandra Marzo e a neta Giulia


A cerimônia de cremação do ator Cláudio Marzo aconteceu nesta quinta-feira, 27, no Memorial do Carmo, no Caju, Zona Portuária do Rio. Por volta des 17h30 o corpo de Marzo foi levado para a o crematório, onde a família se reuniu para uma cerimônia íntima, sem a presença de fãs nem da imprensa.

Ao final da cremação, pouco depois das 18h, Betty Faria deicou o local de braços dados com a filha Alexandra Marzo e a neta Giulia. Elas apenas agradeceram "Obrigada, gente".

Velório foi marcado por emoção

Mais cedo, familiares e amigos do ator participaram do velório, que aconteceu também no Memorial do Carmo. Cláudio Marzo, de 74 anos, morreu no domingo, 22, em decorrência de complicações de uma pneumonia. Ele estava internado na Clínica São Vicente, na Gávea, Zona Sul do Rio, desde o dia 4 de março. O velório será aberto ao público entre 11h e 16h. Depois, a cerimônia de cremação será acompanhada apenas pela família do ator.

Pouco antes das 10h da manhã, os primeiros parentes do ator começaram a chegar. Entre eles, a viúva, Neia Marzo, a ex-mulher Xuxa Lopes, e o filho que eles tiveram, Bento. Diogo, filho de Cláudio com a atriz Denise Dumont, também foi se despedir do pai, assim com a atriz Alexandra Marzo, filha dele com Betty Faria. Ela estava muito abalada na sua chegada ao cemitério e foi amparada por amigos. Durante a cerimônia, Alexandra entoou mantras budistas ao lado de amigos e de familiares.

Xuxa Lopes era uma das mais emocionadas. "Antes de casarmos, trabalhamos muito juntos. Sempre me convidavam para fazer algo com ele. Depois casamos e tivemos o Bento. Nós nos separamos, mas ficou a amizade. Eu lembro de ir no final do ano para o sítio com o Bento, o Cláudio e a Neia (viúva do ator), que é uma pessoa maravilhosa, de caráter", contou Xuxa lembrando da difuldade do ex-marido em respirar no final da vida: "Ele fumava bastante e não conseguia parar. Ele estava sabendo o que estava fazendo. Tinha dificuldade de respirar, mas não conseguia parar, não conseguia romper com esse vício. Dá raiva porque era um cara incrível, tinha muito o que produzir ainda e o Bento era alucinado pelo pai". Pouco antes das 12h, Betty Faria chegou com a neta, Giulia. "Estou com a minha neta. Minha e de Cláudio. Muitas saudades" disse a atriz.

Amigos se despedem

'Exemplo de ser humano' Em entrevista ao programa "Encontro com Fátima Bernardes", durante a manhã de quinta, Alexandra desabafou sobre a sua perda. "Ele era um pai exemplar, um ser humano exemplar, com profunda integridade. A maior retidão de caráter que eu já vi. O exemplo de ser humano que ele deixa é total", disse a atriz. Xuxa Lopes também falou ao programa: "Ele era uma pessoa muito especial, um cara ncrível, levava as coisas a sério. Tinha um nível de caráter que hoje está dificil. A gente teve uma historia comprida, se conheceu através do trabalho. A gente foi pra Olinda pra ele fazer uma filmagem e eu fiquei gravida do Bento, que foi a nossa pérola. O que fica e o que é unânime é que ele é uma cara incrível. Ele é um tipo raro". Antonio Pedro falou sobre o amigo: "Era um irmão".

Viúva de Hugo Carvana, Martha Alencar foi dar seu apoio à família de Marzo. Ela chegou acompanhada da filha, Rita. "Eles eram grande amigos. É mais um pedaço do Hugo que eu perco. Ótimo ator, um companheiro de várias jornadas. É muito triste", disse Martha ao chegar no cemitério. O ator Antônio Pedro também compareceu ao local: "Cláudio era uma pessoa rápida, decidida. Um grande amigo e ainda trabalhamos como sócios. Tinha uma integridade muito forte", comentou o amigo.

Ainda entre os amigos presentes ao velório estavam o diretor Daniel Filho - que não quis se pronunciar -, os atores Roberto Pirillo, Antônio Pedro, Carlos Gregório, a ex-frenética Leiloca e a atriz Maria Zilda, que conversou com a imprensa ao chegar.

"Trabalhamos juntos no cinema e na TV. A gente se conheceu na década de 70 e começou a se frequentar, na época ele já tinha o sítio. Era uma amizade muito bacana. Fizemos o filme 'O homem nu' e a novela 'Lua me disse'. Na época ele já tinha problemas de saúde, mas conseguiu se recuperar. A gente não pode falar do tamanho da perda, porque qualquer coisa seria redundante. Na minha religião, minha maneira de pensar, eu quero acreditar que ele foi descansar. No momento em que ele não pode mais curtir, é melhor descansar. É uma forma de consolo. Deus deu para ele esse descanso que ele merecia. Ele foi tão bacana que Deus deixou ele descansar", disse Maria Zilda.

Arlete Salles, que é madrinha de Alexandra Marzo, lamentou a perda do amigo. "Não sei o que dizer. A morte é uma coisa muito radical. Vim aqui me despedir do meu compadre. Sou madrinha da Alexandra e vim dar um beijo nela. Cláudio deixou uma carreira brilhante. Um homem íntegro, que brilhou no teatro, no cinema e na TV. Uma pena que foi tão cedo. Poderia ter vivido mais. Eu espero que onde quer que ele esteja, ele esteja bem porque ele merece", disse Arlete.

Otávio Augusto também foi se despedir do amigo. "Só tenho lembranças boas dele. Foi um amigo generoso. Convivemos desde o teatro oficina e a TV Tupi, em São Paulo, nos anos 60. É uma pessoa querida e um pai maravilhoso. A gente sente, mas o que ele tinha que fazer aqui, ele fez bem", disse o ator ao site.

'Exemplo de ser humano'

Em entrevista ao programa "Encontro com Fátima Bernardes", durante a manhã de quinta, Alexandra desabafou sobre a sua perda. "Ele era um pai exemplar, um ser humano exemplar, com profunda integridade. A maior retidão de caráter que eu já vi. O exemplo de ser humano que ele deixa é total", disse a atriz. Xuxa Lopes também falou ao programa: "Ele era uma pessoa muito especial, um cara ncrível, levava as coisas a sério. Tinha um nível de caráter que hoje está dificil. A gente teve uma historia comprida, se conheceu através do trabalho. A gente foi pra Olinda pra ele fazer uma filmagem e eu fiquei gravida do Bento, que foi a nossa pérola. O que fica e o que é unânime é que ele é uma cara incrível. Ele é um tipo raro". Antonio Pedro falou sobre o amigo: "Era um irmão".

Nos últimos anos de sua vida, o ator contou com a companhia de Neia Marzo, com quem estava casado há 27 anos. Na manhã de segunda, 23, a viúva de Cláudio falo ao sited muito emocionada: "Está sendo difícil para mim. Eu o acompanhei (no hospital) durante todo o tempo".

Neia explicou ainda que o velório só ia acontecer dias depois da morte do ator porque a família aguardava a chegada de Diogo, que mora na Austrália. O filho de Cláudio chegou ao Brasil na terça-feira,24.

'Pai incrível'

Os outros dois filhos do artista, que vivem no Brasil, também conversaram com o EGO no início da semana. Bento Marzo prestou uma homenagem ao pai. "É uma honra ser filho dele, meu pai era um homem incrível, sempre ajudou as irmãs, criou três filhos com tudo o que a gente precisou. Muito amoroso, muito. Um pai maravilhoso mesmo", afirmou o rapaz, lembrando também os últimos dias de vida de Cláudio: "Ele já estava com a cabeça um pouco confusa. Mas era sempre muito carinhoso com a gente. Ele estava sofrendo muito, era muito complicada a história dele. Esse ano foi indo e voltando do hospital. Realmente ele precisava mesmo descansar. Não tinha mais qualidade de vida".

Alexandra Marzo esteve com o pai em seus últimos momentos e, apesar da dor, só guarda boas lembranças. "É difícil até de falar. Ele foi um grande pai, um exemplo. Idealista, um homem de fraternidade, que não fazia diferença entre ricos e pobres. Vi várias vezes ele tirar dinheiro do bolso para dar a desconhecidos na rua. Pessoa rara e muito boa", contou.

O sitetambém ouviu as ex-mulheres de Cláudio, Xuxa Lopes e Betty Faria assim que a notícia da morte foi divulgada. "É muito estranho, né? A gente sabia que em algum momento isso ia acontecer, mas a gente nunca está preparado. Ele era de uma personalidade incrível, grande ator, um cara corajoso, arrojado, maravilhoso. Fica sempre um buraco", desabafou Xuxa na ocasião. "Ele estava sofrendo", completou Betty.

Saúde frágil

No início de fevereiro, Marzo já havia passado pouco mais de uma semana internado no mesmo hospital com quadro infeccioso, associado à insuficiência renal e a um enfisema descompensado, de acordo com boletim médico divulgado na ocasião e assinado pelo doutor João Manuel Pedroso, clínico geral e cardiologista do ator.

Em dezembro de 2014, Marzo ficou internado por três dias no Centro de Tratamento Intensivo também na Clínica São Vicente, com um quadro de arritmia cardíaca. Cláudio já havia sido internado outras três vezes em 2013. A última, em novembro daquele ano, com quadro de hemorragia digestiva e diverticulite e, um mês antes, por conta de outra hemorragia digestiva. Em setembro, a causa que levou o ator para o hospital foi uma insuficiência respiratória associada a uma pneumonia.

Carreira e vida

O último trabalho de Cláudio Marzo na televisão foi na Globo no seriado "Guerra e paz", em 2008. Sua última novela foi “Desejo proibido”, em 2007, dando vida a Lázaro Simões. Marzo esteve no elenco de importantes produções da emissora, como “Irmãos coragem” (1970), “Saramandaia” (1976), “A indomada” (1997) e "Mulheres apaixonadas" (2003). No cinema, o ator fez parte de produções brasileira como “O Xangô de Baker Street”, baseado na obra de Jô Soares, e “A Dama da Lotação”, com a atriz Sônia Braga, e fez sucesso no longa "O homem nu".

 

Fonte: Ego