Ariadna comemora o Dia da Mulher: ‘Tenho instinto materno’

Ariadna comemora o Dia da Mulher: ‘Tenho instinto materno’

Ariadna comemora o Dia da Mulher: ‘Tenho instinto materno’

Curvas, cinturinha, seios fartos e bumbum empinado: um mulherão! E com muito orgulho feminino, desde quando era um menino de 6 anos. Ariadna é só alegria por festejar o Dia Internacional da Mulher, hoje, pela quarta vez após mudar de sexo.

? Sempre quis comemorar essa data. E eu posso, sou uma mulher completa. Não basta usar minissaia, tem que ter coragem e aquela força feminina que vem do interior ? afirma a ex-BBB.


Ariadna comemora o Dia da Mulher: ?Tenho instinto materno?

O dia a dia como homem era duro, até mesmo nas coisas mais simples. Para Ariadna, ir à praia, fazer compras e namorar, agora sim, são atividades bem mais confortáveis.

? Não me sentia bem de biquíni. Na praia, ficava parada ou no mar, porque batia insegurança. Outra alegria é passar o cartão de crédito com nome de mulher, sem ninguém me olhando torto ? conta Ariadna. ? Além disso, posso pegar um carinha sem me preocupar de ele, na hora H, se decepcionar. Ser mulher é um sonho. Até ir ao ginecologista é bom.

No entanto, não é só a mudança física que torna a ex-BBB uma mulher completa. Segundo ela, há muitas qualidades, além do corpo, que merecem ser exaltadas:

? Pra ser mulher, tem que ter disposição. Tenho instinto materno, um impulso de cuidar de quem está à nossa volta, de querer agradar ao homem....

Por falar em instinto materno, Ariadna, aos 28 anos, faz planos para ser mãe.

? Quero adotar três crianças. A primeira aos 35 anos. Vou ter duas meninas ? diz.


Ariadna comemora o Dia da Mulher: ?Tenho instinto materno?

Enquanto isso, a morena quer esbanjar toda a sua feminilidade e comemorar muitas outras datas, como a de hoje, fazendo o que mais gosta: sendo bem mulherzinha.

? No Dia da Mulher, fico com minha irmã e minha mãe, ou saio só com amigas para fazer compras no shopping. Mesmo solteira, não atendo telefonema de homem. Hoje é dia de valorizar a mulher!

Fonte: Extra