Artistas hippies invadem as praias do Piauí com belos produtos

É possível se deparar com muitos vendedores adeptos à filosofia

A comunidade hippie tem mostrado, cada vez mais, criatividade em seus produtos artesanais aos turistas. E na Praia de Atalaia, em Luís Correia, não é diferente. É possível se deparar com muitos vendedores adeptos à filosofia hippie, vendendo produtos que vão desde brincos feitos de pena, pedras e madeira, a colares de couro com pingentes de metal e até camisas personalizadas. Tudo a preços acessíveis e de boa qualidade.

Fabiano Moura, natural de Londrina, no Paraná, é um dos vendedores hippies da Praia de Atalaia. Ele revelou à equipe do Jornal Meio Norte que antes de se fixar em Luís Correia, percorria pelo mundo em sua bicicleta.

Na década de 1990, conheceu o litoral piauiense e logo se encantou com a beleza natural e a receptividade das pessoas. Em uma de suas andanças, chegou a morar em Jericoacoara, no Ceará, onde constituiu família.

A admiração pelo litoral piauiense falou mais alto e em 2009, Fabiano de Moura resolveu construir sua residência na Praia do Coqueiro, Luís Correia e ver na Praia de Atalaia, um local rentável para trabalhar.

“Já estou há seis anos aqui, morando com a família. Gosto muito do litoral piauiense. é um verdadeiro Caribe.”, pontua.

O hippie afirmou que se identifica com o local, que combina com seu trabalho, pois permite criar e desenvolver peças próprias em um ambiente dos sonhos.

“Eu amo trabalhar aqui. Costumo dizer que tenho um trabalho dos sonhos. Consigo até mesclar diversão com a obrigação. Mesmo sentado, sentindo a brisa do mar e os pés na areia, estou trabalhando”, fala o vendedor, com ar de satisfação.

Fonte: Márcia Gabriele - Enviada ao litoral