Assassino de Tim Lopes se entrega à polícia

Ângelo Ferreira da Silva estava foragido desde o dia 7 de fevereiro

Um dos dois condenados pela morte do jornalista Tim Lopes, foragido desde 7 de fevereiro, se entregou à Polícia Militar na manhã desta quarta-feira (26). De acordo com o comandante do 27º BPM (santa Cruz), tenente-coronel Danilo Nascimento, o suspeito Ângelo Ferreira da Silva, mais conhecido como Primo, pediu que um parente fosse ao batalhão para levar a polícia até o seu esconderijo.

Ângelo será levado para 36ª DP (Santa Cruz). O outro condenado, Elizeu Felício de Souza, o Zeu, ainda está foragido.

Condenado a 15 anos de cadeia, Ângelo deixou a penitenciária em Bangu, na Zona Oeste do Rio, no dia 7 de fevereiro, supostamente para trabalhar de dia e voltar de noite para dormir, mas não voltou mais.

Em julho de 2007, Elizeu já tinha aproveitado a progressão de regime para fugir do presídio.

Preso desde junho de 2002, Elizeu foi condenado a passar 23 anos e seis meses atrás das grades. Mas o criminoso foi beneficiado pela progressão de regime em março de 2006, depois de cumprir apenas um sexto da pena.

Outros dois condenados pelo assassinato do jornalista Tim Lopes podem seguir o mesmo caminho de Ângelo e Elizeu. Fernando Sátiro e Cláudio Orlando do Nascimento aguardam a autorização da Justiça para serem soltos.

Fernando Sátiro, o Frei, condenado a 26 anos de cadeia, e Claudio Orlando, o Ratinho, condenado a 24 anos, já têm o direito de cumprir a pena em regime semiaberto.

Três presos permanecem em regime fechado: Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, Reinaldo Amaral de Jesus, e Claudino dos Santos Coelho.

Fonte: g1, www.g1.com.br