Assessoria de Rita Lee divulga nota sobre processo de policiais de Sergipe contra cantora

Assessoria de Rita Lee divulga nota sobre processo de policiais de Sergipe contra cantora

Rita Lee foi processada após insultar policiais militares

A assessoria de imprensa de Rita Lee divulgou um comunicado na sexta-feira (9) que esclarece informações sobre os processos que policias militares de Sergipe movem contra a cantora ? as ações ocorreram após um show da artista no festival Verão Sergipe, realizado em uma praia do município de Barra dos Coqueiros, em Aracajú, em janeiro de 2012.

Segundo a nota, 50 policiais militares moveram ações pedindo indenização a Rita Lee, em um total de 42 processos (alguns deles são coletivos). A cantora ganhou 17, perdeu 20 e os demais se encontram em andamento. Ainda de acordo com o comunicado, o Supremo Tribunal Federal não condenou Rita Lee a indenizar os profissionais. ?Na realidade, a condenação sofrida em alguns processos foi proferida em decisão não unânime por Turma Recursal do Estado do Sergipe?, explicou.

Os últimos tópicos afirmam que ?os processos vêm causando enorme transtorno à cantora? e que ela apenas quis defender seu público da ação truculenta dos policiais durante sua apresentação. ?Rita Lee sempre buscou difundir a paz e a alegria através de sua arte. Que seja preservado esse universo, longe de disputas judiciais?, finalizou a nota.

Veja abaixo o comunicado na íntegra.

A fim de esclarecer notícias publicadas recentemente:

1) O Supremo Tribunal Federal em nenhum momento condenou Rita Lee a indenizar policiais militares de Sergipe. Na realidade, a condenação sofrida em alguns processos foi proferida em decisão não unânime por Turma Recursal do Estado do Sergipe.

2) Em 16 de julho, a Secretaria Judiciária do Supremo Tribunal Federal determinou a devolução à Turma Recursal de Sergipe, de recurso interposto por Rita Lee, em que pleiteou a revisão da decisão que a condenou a indenizar alguns policiais militares que se sentiram ofendidos com declaração proferida em show em Aracaju, em janeiro de 2012.

3) A determinação da Secretaria do Supremo Tribunal Federal é essencialmente técnica e não importa em qualquer apreciação sobre o mérito do processo, tanto que sequer foi apreciado por qualquer Ministro daquele Tribunal.

4) 50 policiais militares de Sergipe moveram ações pedindo indenização a Rita Lee, num total de 42 processos (alguns deles são coletivos). Rita Lee ganhou 17 processos, perdeu 20 e os demais encontram-se em andamento.

5) Embora tenha se expressado de modo forte na ocasião do show, sua única intenção era defender o público da ação agressiva de certos policiais, sem pretender, com isso, ofender a quem quer que fosse.

6) Esses processos vêm causando enorme transtorno à cantora.

7) Rita Lee sempre buscou difundir a paz e a alegria através de sua arte. Que seja preservado esse universo, longe de disputas judiciais.

Entenda o caso

Em janeiro de 2012, durante sua apresentação no festival Verão Sergipe, em Aracaju, Rita Lee interrompeu o show para insultar policiais que estariam agindo de forma truculenta no meio do público, em busca de drogas. Após a confusão, Rita Lee chegou a ser detida.

Fonte: Terra, www.terra.com.br