Avião de Justin Bieber é revistado por cheiro de maconha nos EUA

Avião de Justin Bieber é revistado por cheiro de maconha nos EUA

Justin Bieber voltou a ter problema com as autoridades

O cantor canadense Justin Bieber voltou a ter problemas nesta sexta-feira com as autoridades, depois das confusões em Miami (EUA) e Toronto (Canadá), desta vez em Nova Jersey, nos Estados Unidos, após aterrissar em um aeroporto do Estado com seu avião particular, que supostamente exalava um forte cheiro de maconha, informou o jornal New York Post.

O cantor, que chegou ao aeroporto de Teterboro para assistir ao Super Bowl - a final do campeonato de futebol americano - neste fim de semana, ficou detido durante horas e foi finalmente liberado depois que os agentes não encontraram nenhum resíduo da erva em seu avião, no qual viajava com outros dez amigos e com seu pai Jérémy.

Segundo as fontes citadas pelo tabloide, cães policiais inspecionaram o avião enquanto o cantor, de 19 anos de idade, era retido em uma das estâncias policiais do aeroporto, que teve as medidas de segurança reforçadas por causa do evento esportivo.

O voo de Bieber vinha da cidade Toronto, onde há dois dias a polícia canadense apresentou acusações contra ele por supostamente ter agredido o motorista de sua limusine, e oito dias depois de sua detenção em Miami, onde foi preso por dirigir sob efeito de maconha e antidepressivos, além de estar com a carteira de habilitação vencida.

Bieber pagou uma fiança de US$ 2,5 mil e foi libertado após comparecer perante o juiz por videoconferência, mas a Casa Branca recebeu um abaixo assinado com mais de 100 mil assinaturas pedindo que o cantor fosse deportado.

Fonte: Terra, www.terra.com.br