Boca Juniors desiste de Tevez por causa do alto salário

Dirigente destaca importância do jogador para o clube, mostra solidariedade por causa da crise com o City


Boca Juniors desiste de Tevez por causa do alto salário
Jorge Amor Ameal, presidente do Boca Juniors, confirmou que o clube não tem condições de arcar com o salário do atacante Carlos Tevez, e que por isso, não existe a possibilidade de o clube contratar o jogador, que ganha £ 200 mil (R$ 561,3 mil) por semana no Manchester City. Sem o Boca, o Corinthians ganha mais força na briga por Carlitos. De acordo com a imprensa inglesa, Milan e Inter de Milão também estão interessados.

- Carlos é merecidamente uma pessoa importante aqui, mas do ponto de vista econômico, é impossível. Eu conversei com ele para dar apoio - afirmou Ameal em entrevista a uma rádio local.

Tevez está afastado da equipe principal do City por ter se recusado a entrar em campo há quase dois meses. Na semana passada, o atacante decidiu, por conta própria, passar um período na Argentina, o que aumentou ainda mais a irritação dos dirigentes ingleses, que poderão optar por uma nova punição. Esperava-se que o "desertor" reaparecesse na Inglaterra nesta segunda-feira.

Além de inicialmente ter sido afastado por duas semanas, Tevez havia recebido multa equivalente a seis semanas de salário, mas após um apelo da Associação de Jogadores Profissionais, a pena foi reduzida para duas semanas de vencimentos.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com