Brasileira de 31 anos sai do coma e vai recolocar seios gigantes

Brasileira de 31 anos sai do coma e vai recolocar seios gigantes

Ela tentou se matar duas vezes depois que tirou as próteses

Sheyla Hershey, a brasileira com os maiores seios do mundo, tentou se matar. Duas vezes. Sua obsessão com os implantes de silicone colocaram sua vida em risco e tiveram que ser removidos. Mas, agora, depois de acordar de um coma, ela está disposta a colocá-los outra vez.

Em junho deste ano, Sheyla, de 31 anos, aumentou ainda mais seus gigantes implantes. Só que uma infecção obrigou os médicos a removerem as próteses. Sem seus peitões, ela se achou tão horrível que decidiu que não queria mais viver.

Felizmente, ela ainda está viva. E agora, após acordar do coma, deu uma entrevista exclusiva ao tabloide britânico The Sun, dizendo que vai voltar a ter seus peitões o quanto antes.

- Quando eu acordei do meu coma no hospital, eu não me lembrava de nada. Eu não espero que alguém entenda, mas, para ser honesta, sem meus seios eu fico tão deprimida que às vezes eu não quero nem viver.

A situação financeira de Sheyla também não é das melhores: ela gastou muita grana e está pobre.

Ela começou a aumentar os seios em 2000. Até hoje, não parou. Nesse tempo, ela estima ter gastado mais de R$ 150 mil (60 mil libras).

- Ter o título de maiores seios do mundo é muita pressão para mim, e perder meus implantes foi absolutamente devastador.

Agora ela está decidida. Vai mesmo colocar os seios de novo. Sem eles, não consegue viver.

- Eu sei que meu marido não quer que eu faça outra cirurgia, mas com ou sem o consentimento dele eu vou viajar para o Brasil ou para o México para recolocar meus implantes no mês que vem. Eu não tenho escolha se quiser ser feliz outra vez.

Fonte: R7, www.r7.com