Britney Spears estava drogada ao assinar um contrato

Os advogados de Britney Spears estão tentando livrar a cantora de um processo movido por Sam Lutfi

Os advogados de Britney Spears estão tentando livrar a cantora de um processo movido por Sam Lutfi contra ela e sua família alegando que a cantora estaria drogada ao assinar um contrato que tornava Lufti seu agente. As informações são do "TMZ".

Segundo os advogados de Britney, a cantora estava sob o efeito de de metanfetamina e outras drogas. Lufti alega que trabalhou 24 horas por dia pela reabilitação da loira, mas sem sucesso.

Ainda segundo o "TMZ", os advogados de Britney e Lynne Spears afirmam que Lufti era um traficante de drogas que alimentou Britney com medicamentos para controlá-la e isolá-la de seus amigos e familiares.



Fonte: EGO