"Bruno nunca quis saber do menino", diz mãe de Eliza Samudio

"Bruno nunca quis saber do menino", diz mãe de Eliza Samudio

O neto é a cara do pai. Adora futebol, é fã de Neymar e já sabe dançar até o ‘Eu quero tchu, eu quero tcha’, disse.

A decisão de reconhecer o filho que teve com Eliza Samudio reabriu velhas feridas no coração de Sônia Fátima Moura. A mãe da modelo, desaparecida em junho de 2010, ficou surpresa com a atitude do jogador, como revelou. Mas se a mudança de comportamento de Bruno é encarada como um gesto de boa vontade, Sônia tem um motivo mais forte para se sentir aliviada. Até o fim do mês ela deverá receber da Justiça a guarda definitiva de Bruninho. O neto é a cara do pai. Adora futebol, é fã de Neymar e já sabe dançar até o ?Eu quero tchu, eu quero tcha?, música predileta do ídolo santista. O garoto é a maior alegria de uma mãe que não pôde sequer enterrar a filha.

O que a senhora achou da decisão do Bruno de reconhecer o seu neto na Justiça?

SÔNIA: Ele poderia ter feito isso muito tempo antes, mas não teve interesse. Mas, apesar da demora, foi uma atitude boa.

Ele nunca mandou dinheiro para ajudar na criação do menino?

Nunca mandou nada, ele nunca se interessou em saber como o menino é, como ele está.

Como está o Bruninho atualmente?

Ele completou hoje (quinta-feira) 2 anos e 3 meses. Está ótimo, crescendo e forte. Mas vem tendo pesadelos. Parece que tudo que ele viveu de ruim com a mãe está se refletindo agora. Ele viu a mãe ser espancada, agredida.... De noite ele tem pavor quando escuta barulho de moto. Ele diz que é homem mau, ruim. Por causa disso, está indo comigo a sessões de terapia.

A terapia ajudou a senhora a lidar com a perda de sua filha?

Tem ajudado muito. O trabalho está sendo bem feito comigo e por isso passei a levar o Bruninho. Nesse tempo todo emagreci 26 quilos, mas já recuperei seis. São tempos muito difíceis.

O Bruninho chama a senhora de mãe?

Ele sempre soube que eu não sou a mãe dele, que sou a avó. Mostro sempre as fotos da Eliza para ele ver. Digo para o Bruninho que a mãe dele está dormindo com Papai do Céu.

Do que o Bruninho gosta de brincar?

Adora jogar bola. É são-paulino como a mãe, mas é fã do Neymar. É uma alegria na minha vida. Agora ele está aqui dançando ?Eu quero tchu, Eu quero tcha.

Passados quase dois anos do desaparecimento de Eliza, como a senhora tem lidado com esta perda?

Estou começando a aprender a lidar com a dor. Não vai passar nunca. Ainda bem que tenho o Bruninho, que me ajuda a suportar tanto sofrimento. A minha maior alegria é poder estar do lado dele. Ele preenche muito a minha vida. Deus o guardou para amenizar a minha dor.

Bruno quer conhecer o filho

O goleiro Bruno pretende não apenas reconhecer o filho que teve com Eliza Samudio - tem muita esperança de retomar a sua carreira. Acreditando que será solto nos próximos dias por força de um habeas corpus, o jogador sonha provar sua inocência e, segundo seu advogado, conviver com o filho.

?Ele está muito confiante na soltura e que virá à tona a sua inocência. O Bruno quer conhecer e curtir o filho. Ele ainda acha isso possível?, afirmou Francisco Simim, que responde junto com Rui Pimenta pela defesa do goleiro.

Os dois estiveram nesta sexta-feira na 1ª Vara de Família, no Fórum da Barra, para entrar com recurso contra a pena de 4 anos e meio aplicada a Bruno, pelo cárcere privado de Eliza - o Ministério Público quer o aumento da punição.

?Como réu primário, ele teria que ter uma pena muito mais baixa?, justificou Simim.

Na próxima semana, os advogados prometem entrar no Fórum de Belo Horizonte com o pedido de reconhecimento de paternidade do filho de Eliza Samudio. Bruno vai pagar pensão alimentícia e repartir entre os filhos 10% dos seus rendimentos futuros com o futebol. Bruno está preso desde julho de 2010 acusado de sequestro, homicídio e ocultação do cadáver de Samudio.

Fonte: O Dia Online