Bruno Senna admite erro e culpa falta de experiência em GP

Bruno Senna atingiu carro de Jaime Alguersuari e o tirou da prova

O brasileiro Bruno Senna admitiu a culpa pelo acidente envolvendo o espanhol Jaime Alguersuari, no GP da Bélgica, neste domingo. O piloto da Renault errou o ponto da freada na primeira curva do circuito de Spa Francorchamps e bateu no carro da Toro Rosso, que abandonou. Em sua primeira prova na temporada, o sobrinho de Ayrton Senna explicou que faltou experiência e pediu desculpas.

Senna surpreendeu ao garantir o sétimo lugar no grid de largada no sábado, substituindo o alemão Nick Heidfeld. O acidente lhe rendeu um drive through e o brasileiro terminou a corrida apenas na 13ª posição.



"Eu nunca fiz a primeira curva com o carro cheio de combustível e, infelizmente, calculei errado a área da freada. Acho que foi um erro de julgamento meu e falta de experiência, pois não fiz isso em 11 provas. Não tinha como eu evitar o Jaime e eu sinto muito mesmo pela corrida dele. Por sorte, não houve danos na minha suspensão e eu pude continuar", declarou.

Heidfeld assumiu a vaga de titular na Renault após o grave acidente do polonês Robert Kubica em uma etapa de rali, mas foi preterido por Senna. Enquanto tenta reaver seu lugar na justiça, o alemão será obrigado a assistir a mais uma corrida do brasileiro, pois o chefe de equipe Eric Boullier já o confirmou para o GP da Itália, em Monza.

"Consegui fazer várias voltas e felizmente tenho outra corrida para pensar. Estou aqui para correr por posições e vamos ver o que acontece. O ritmo estava muito bom e tive boas experiências com tipos diferentes de pneus. Estou ansioso", admitiu.

Fonte: Terra, www.terra.com.br