Cão farejador teria encontrado drogas na casa de Britney

A cantora teria acusado o pai dela, Jamie, de ser “um racista violento” e alcoólatra.

Sam Lutfi, ex-empresário de Britney Spears que a processou em 2009 por quebra de contrato, difamação e calúnia, agora afirma que um cão farejador encontrou drogas na casa da cantora.

Segundo o site TMZ, as alegações de Lufti foram apresentadas em conexão com o próximo julgamento do caso. O ex-empresário afirma que Britney, junto com seus pais Lynn e Jamie, o difamaram, dizendo que ele drogou a cantora durante o seu período problemático.

Em junho de 2011, Britney Spears foi liberada de testemunhar no processo ao alegar que é mentalmente incapaz.

Lufti pede para que Britney seja testemunha de um incidente que aconteceu em 2007. Ele afirma que ?trouxe os cães farejadores para a casa dela e eles encontraram um esconderijo de metanfetamina, que foi destruída?. ?Britney deve ainda testemunhar que os cães farejadores encontraram lugares com resíduos de drogas no carpete, onde seus filhos [com idades entre um e três anos] brincavam durante as visitas?, completa.

O ex-empresário disse que cobriu os resíduos ao fazer uma limpeza e, eventualmente, substituiu o tapete da casa. Lufti ainda afirma que Britney acusou o pai dela, Jamie, de ser ?um racista violento? e alcoólatra.


Cão farejador teria encontrado drogas na casa de Britney Spears

Fonte: UOL