Caso Dado Dolabella: acusação contra ex não muda processo

Quem garantiu foi o advogado do ator, Michel Assef Filho.

A reviravolta que a separação de Dado Dolabella e Viviane Sarahyba sofreu nesta quarta-feira, 1, quando antigas funcionárias do ex-casal afirmaram ao jornal ?Extra? terem sido coagidas por Viviane a acusar Dado de agressão, não deve interferir no processo judicial.

Quem garantiu foi o advogado do ator, Michel Assef Filho. ?Essas questões, no momento, não têm pertinência no processo de separação?, afirmou.

Assef revela que está tudo resolvido entre o ex-casal. ?Já há um acordo. Os dois querem paz, até porque um filho não merece ver a discussão dos pais?, disse o advogado. ?Dado não quer mais discutir. Eles fizeram um acordo: pensão, a guarda do filho... está tudo resolvido?, afirmou ele, sem entrar em detalhes e valores, devido ao segredo de justiça exigido ao processo.

Já a respeito de possível pena em regime fechado para Dado - que seria sentenciada em caso de acusação de agressão, já que o ator não seria mais réu primário ? Assef descarta a possibilidade. ?Viviane não o processou por agressão, esse processo não existe. Se houvesse, ele até poderia ter penas mais severas?, comparou. ?E essa separação dele e Viviane não tem nada a ver com o processo de agressão movido por Luana Piovani?, emendou.

O advogado esclareceu ainda que as acusações de Viviane de agressão, ?não passaram de uma discussão de casal". ?Óbvio que quando um casal se separa há discussão, briga. Mas aqui não estamos falando de agressão física. Em nenhum momento ela cogitou processá-lo por agressão?, pondera. ?Uma coisa são as alegações de outras pessoas, da mídia, dela mesma, referentes às discussões do casal; e outra coisa é ela (Viviane) ter processado Dado por agressão?, completa.

Procurado pelo EGO, o advogado de Viviane, Sérgio Calmon, não foi encontrado para comentar o caso.

A reviravolta

A doméstica Tânia Maria Netto e a babá Sônia Cavalcante afirmaram à coluna Retratos da Vida, do jornal ?Extra?, nesta quarta-feira, 1, que teriam sido coagidas por Viviane a confirmar as agressões de Dado. Em março deste ano Tânia teria sido obrigada a escrever uma carta acusando o ator, enquanto Sônia teria sido demitida por Viviane por não concordar a depor contra o ex-patrão.

Fonte: Ego, www.ego.com.br