Chile começa a preparar túnel para o resgate

Resgate deve começar na quarta-feira, segundo as autoridades.

O revestimento metálico do túnel pelo qual os 33 mineirs presos no Chile subirão à superfície já começou a ser feito e deve ficar pronto em 24 horas, informou na manhã deste domingo (10) o chefe das equipes de resgate, André Sougarret.

"O poço foi entregue à meia-noite, então esperamos que nas próximas 24 horas termine o posicionamento total das tubulações", disse.

Mas ele lembrou que, como em todas as etapas, existe a possibilidade de haver imprevistos.

O revestimento consiste em proteger com tubos metálicos o duto de 622 metros de largura por 66 centímetros de diâmetro pelo qual os mineiros serão içados à superfície, possivelmente a partir de quarta-feira.



Na véspera, o ministro da Mineração, Laurence Golborne, disse que após uma análise do poço cavado, chegou-se à conclusão de que não será preciso revestir todo o buraco, mas apenas 96 metros. Segundo ele, a parte que precisa ser revestida fica em uma área que há mais probabilidade de desprender alguma pedra.

Segundo o ministro, os mineiros estão tranquilos, e o ambiente entre eles está bom. Sobre a saúde dos 33 homens, o minsitro da Saúde Jaime Manñalich informou que eles estão recebendo uma dieta especial e sendo monitorados constantemente.

Conforme as autoridades, uma análise completa do duto foi feita e detectou-se que a qualidade da rocha é boa e não será necessário revestir todo o poço, que neste sábado alcançou o local onde estão os mineiros.

Depois que estiver pronto, os mineiros entrarão em uma cápsula e serão elevados até a superfície, um de cada vez. Cada resgate deve levar, em média, uma hora.

Logo após o momento de euforia da chegada, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou que os mineiros seriam resgatados na próxima semana. Porém, a oposição do governo fez críticas contra a atitude do presidente. Por isso, com muita cautela, Piñera disse que o que importa não é o dia em que os trabalhadores da mina serão libertados, afirmando que a prioridade é a segurança dos mineiros.

Eufóricos e emocionados, os parentes dos mineiros, que estão alojados no acampamento Esperança, subiram à montanha próxima e comemoraram a chegada de uma das perfuradoras na manhã deste sábado (9), aos gritos de "Chi, chi, chi, le, le, le!". A abertura do túnel foi anunciada por uma sirene e celebrada por um sino, que tocou por mais de uma hora.

Na coletiva, Golborne declarou ainda que os técnicos, ajudados pelos próprios mineradores, realizaram uma explosão controlada neste sábado para alargar o túnel por onde eles serão resgatados.

Presos há 66 dias até agora, os mineiros bateram um novo recorde de sobrevivência no subsolo após um acidente de mineração. Embora alguns tenham infecções cutâneas, eles estão com a saúde excepcionalmente boa.

Fonte: g1, www.g1.com.br