Cícero Manuel expõe seus desenhos em Fortaleza

Exposição será aberta no dia 8 de junho, no Centro Cultural Oboé, em Fortaleza.

A cena é comum nos bairros de Teresina. Uma feira, os clientes, os mendigos, a sujeira, o barulho. Toda essa movimentação é retratada nos desenhos em papel do artista plástico Cícero Manuel, que foi convidado para expor seus trabalhos no Centro Cultural Oboé, em Fortaleza. A exposição, intitulada ?Cícero Manuel ? desenhos?, tem curadoria de Luciano Montezuma, será inaugurada no dia 8 de junho e ficará aberta para visitação até 1º de julho, nos horários de 12 às 20hs, de segunda a sexta-feira.

A exposição contará com 40 desenhos feitos sobre papel. As obras foram produzidas entre os anos de 2007 e 2011 com a utilização de lápis dermatográfico, grafite, nanquim ou lápis de cor sobre papel chinês ou papel envelhecido. Cícero explica que os desenhos retratam tipos urbanos, personagens comuns da cidade de Teresina. ?Os desenhos buscam mostrar o universo das figuras urbanas de Teresina. São personagens que habitam Teresina, personagens que muitas vezes passam despercebidos por nossos olhos. Tem retratar rodos eles com um toque de humor?, explica o artista.

Cícero conta que recebeu o convite do Centro Cultural Oboé para realizar a exposição, e que a última vez que tinha exposto os seus desenhos foi em 2004. Naquela ocasião, ele foi convidado pelo curador Geraldo Edson de Andrade para expor seus desenhos no Centro Cultural dos Correios, no Rio de Janeiro.

O artista ressalta que uma exposição como essa é importante para que as pessoas conheçam seu trabalho também com desenhos. ?As pessoas conhecem mais as minhas pinturas, muita gente nem sabe que faço esse trabalho com desenhos sobre papel. Acho importante essa oportunidade pois posso expor o outro lado das minha obras?, afirma Cícero Manuel.

A série tipos urbanos, que será exposta em Fortaleza, foi inspirada também nos personagens que circundam e povoam as adjacências do mercado no Mafuá, de onde o artista tira a inspiração para suas obras. Nos desenhos de Cícero Manoel, a linha fina de seu traço, os pontos e as cores marcam a simplicidade e a beleza dos movimentos inspirados no cotidiano. A exposição no Centro Cultural Oboé será aberta para todos os públicos.

Fonte: Jornal Meio Norte