30 curtas gratuitos vão ser exibidos durante o Festival Internacional de Cinema de Rio Claro

Mostra será no Centro Cultural e terá filmes de Portugal e do Canadá. Entrada é gratuita; no sábado e no domingo o evento começa às 20h.

O Festival Internacional de Cinema Independente de Rio Claro (SP), que chegou à 6ª edição, teve início nesta sexta-feira, às 29, no Centro Cultural Roberto Palmari.

Ao todo serão produzidos 30 curtas pelo Brasil, além de alguns trabalhos do exterior, como de Portugal e um do Canadá. Neste sábado e no domingo o festival terá início às 20h. A entrada será gratuita.


Pequenos filmes com todo tipo de roteiro farão parte das exibições. A ficção “Brecha” conta a história de um rapaz que é motivado pelo amigo a assaltar a república de estudantes onde trabalha a mãe. O filme foi gravado sem falas decoradas. “Eu gravei tudo na hora, foi espontâneo e no improviso”, contou o ator Lucas de Oliveira.

O documentário “Oro Ari” retrata a tradição de um grupo de maracatu da Unesp de Rio Claro e usa a floresta estadual como cenário. “O ponto chave é a questão sonora, eu trabalho com som, sou o editor e sou o designer, então quando eu tenho a experiência de dirigir um filme eu sempre busco uma construção com um som interessante, a trilha sonora, com o ambiente, tudo fluindo com a música”, relatou o diretor Léo Bortolini.

Entre os curtas, tem filmes com mais de vinte minutos e outros com apenas três minutos, como o que fala sobre São Paulo, que é inspirado no poeta Roberto Piva. Além das exibições,  também estão previstas palestras e workshops sobre cinema, sempre às 14h. “Os eventos vão servir para o aprendizado do cinema, para ir além da experiência sensível e podermos discorrer e pensar sobre essa arte”, falou a psicóloga Caila Vedovello.
O festival recebeu mais de 300 inscrições e a seleção foi feita por uma equipe de curadores. “Eles escolheram principalmente os filmes que trazem uma nova estética, uma nova linguagem, como filmes mais autorais que se diferenciam dos filmes convencionais”, disse a organizadora Fernanda Tosini.

Clique aqui para curtir nossa página no facebook

Fonte: G1