Custo da trilogia 'O Hobbit' chega à margem dos R$ 2 bilhões

Custo da trilogia 'O Hobbit' chega à margem dos R$ 2 bilhões

Pelos filmes já lançados, os resultados de "O Hobbit" são um pouco mais discretos para os valores atuais.

A Warner está gastando bastante com a trilogia "O Hobbit". Peter Jackson alcançou um alto custo com as despesas de produção, um total que já está acumulado em US$ 934 milhões neozelandeses, cerca R$ 1,2 bilhão. A saga tem tudo para se tranformar em uma das franquias de maior valor na história do cinema.

Enquanto trilogia, "O Hobbit" supera justamente "O senhor dos anéis", do próprio Jackson, com valor ajustado para cerca de US$ 281 milhões. Ela já se aproxima de recordes como "Piratas do Caribe" (com cerca de US$ 815 milhões) e "Harry Potter" (com US$ 1,15 bilhão), ambos com mais de três filmes. Todos os valores estão corrigidos pela inflação.

Pelos filmes já lançados, os resultados de "O Hobbit" são um pouco mais discretos para os valores atuais. "Uma jornada inesperada", de 2012 (US$ 205 mi), e "A desolação de Smaug", de 2013 (US$ 228 mi), somam US$ 433 milhões, longe dos títulos mais caros.

Por outro lado, isto significa que "A batalha dos cinco exércitos" já ultrapassou US$ 312 milhões, valor que o coloca apenas atrás de "Piratas do Caribe: No fim do mundo". Em valores ajustados, o longa de 2007 chegou a US$ 341 milhões com produção.

Em bilheteria, a saga arrecadou quase US$ 2 bilhões, ou cerca R$ 5 bilhões (valor de 2014), de acordo com o portal Box Office Mojo.

A Warner se recusou a comentar os gastos. O último longa chega aos cinemas em 11 de dezembro.

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no Facebook

Fonte: G1