Conar arquiva denúncia contra comercial com casais gays

O vídeo do comercial alcançou 3,5 milhões de visualizações.

A campanha do Dias dos Namorados, feita pela marca de pefumes e cosméticos O Boticário, em que casais heterossexuais e homossexuais demonstram carinho durante uma troca de  presentes, causou polêmica. Tudo porque alguns consumidores consideraram o comercial 'impróprio'.

Image title

No entanto, durante reunião realizada na última quinta-feira (16), o Boticário foi “absolvida” por unanimidade no Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). “Não contem com a publicidade para omitir a realidade", disse um dos delatores.

O comercial, que alcançou 3,5 milhões de visualizações, quase foi boicotado por políticos e religiosos conservadores. Além disso, durante o período que foi exibida na TV, criou-se uma verdadeira guerra entre quem era contra ou a favor. No YouTube, aconteceu uma disputa de “gostei” e “não gostei”. 

"A proposta da campanha Casais é abordar, com respeito e sensibilidade, a ressonância atual sobre as mais diferentes formas de amor – independentemente de idade, raça, gênero ou orientação sexual – representadas pelo prazer em presentear a pessoa amada no Dia dos Namorados", diz uma nota enviada pela empresa na época da polêmica.

Um dos produtores diz que o comercial é abrangente e fala sobre todas as maneiras de amar.

“Acho que a campanha é abrangente. Quer falar sobre todas as formas de amor, enaltecer que todo o tipo de amor é possível”, disse.



Fonte: Com informações do Estadão