Concedida liberdade à professora condenada por abusar de aluna

Concedida liberdade à professora condenada por abusar de aluna

Ela foi condenada a 12 anos de prisão por abusar de aluna de 13 anos

A 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio decidiu, por unanimidade, conceder habeas corpus à professora de matemática Cristiane Barreiras, condenada por abusar de uma aluna de 13 anos. De acordo com a assessoria de imprensa do TJ-RJ, a decisão foi publicada na quinta-feira (10), e, cabe recurso.

Ainda de acordo com o órgão, na sexta (11) foi expedido o alvará de soltura da professora, mas a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que ainda não recebeu o documento, portanto, a professora continua cumprindo pena no presídio Nelson Hungria, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

12 anos de prisão

No dia 26 de janeiro, a professora de matemática Cristiane Barreiras foi condenada a 12 anos de prisão por ter abusado de uma aluna de 13 anos. Na ocasião, a sentença do juiz Alberto Salomão Júnior, da 2ª Vara Criminal de Bangu, na Zona Oeste do Rio, alegava que Cristiane ainda poderia recorrer da decisão, mas não teria direito à responder ao processo em liberdade, como desejava sua defesa. No entanto, a decisão dos desembargadores, publicada no dia 10 de fevereiro, foi contrária à posição do juiz.

Na época, o advogado de Cristiane, Ronaldo Barros, alegou que a sua cliente confessou o crime e por isso teria o direito de responder ao processo em liberdade.

Fonte: g1, www.g1.com.br